11 de fevereiro de 2015

Alinhamento final para início da Rede e-Tec Brasil no Senar


Ascom Senar-PB

Os últimos detalhes para o início das atividades da Rede e-Tec Brasil no Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) foram definidos nesta terça-feira (10/2), durante o 3º encontro do Comitê Pedagógico, na sede do Sistema CNA/SENAR, em Brasília. Agora, a expectativa é pelo começo das aulas do Curso Técnico em Agronegócio – primeira formação técnica na modalidade a distância –, marcado para o dia 28 de fevereiro.
Segundo a coordenadora da Educação Formal do Departamento de Inovação e Conhecimento (DIC), Maria Cristina Ferreira, a reunião teve a finalidade de orientar os coordenadores regionais da Rede e-Tec sobre pontos como o calendário escolar, regimento, sistema de gestão acadêmica, apostilas e recepção dos alunos. Participaram do evento representantes de Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Santa Catarina, Sergipe e Mato Grosso do Sul.
“Os coordenadores regionais têm um papel fundamental na gestão do programa. É claro que existem anseios e expectativas, mas estamos prontos e a execução está garantida. Todos querem manter a qualidade do SENAR no curso que começa em fevereiro”, declara Maria Cristina.
Para o Curso Técnico em Agronegócio foram selecionados 1.250 alunos em oito estados do País (Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Santa Catarina, Sergipe, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro) onde já estão montados 17 polos de apoio presencial. Um novo processo seletivo já está previsto para o segundo semestre de 2015.
Coordenadores mobilizados
Em Santa Catarina, a Rede e-Tec Brasil no SENAR contará inicialmente com 130 alunos divididos em três polos localizados nos municípios de São José, São Joaquim e Fraiburgo. Conforme a coordenadora regional do Estado, Kátia Zanela (foto acima), a procura pelo curso foi grande e chamou a atenção o nível de formação de muitos interessados, alguns até com graduação em Agronomia.
“A maioria dos alunos já é da área e vem apostando na qualidade do curso e no trabalho que o SENAR já realiza em outras modalidades. Também teremos muitos que são produtores rurais e querem agregar conhecimento. É um grande desafio, numa área nova para o SENAR, mas acredito no sucesso do programa”, ressalta.
A coordenadora regional da Rede e-Tec no SENAR da Paraíba, Poliana Queiroz, também destaca o perfil dos alunos matriculados. De acordo com ela, o curso atraiu até pessoas com pós-graduação. O Estado também vai atender alunos de Pernambuco e do Ceará. Outro diferencial da Paraíba são as parcerias feitas com o Instituto Federal (IF) e com secretarias municipais de educação para a estruturação dos polos. Na Paraíba, serão 103 alunos em duas cidades: João Pessoa e Alagoa Grande.
“Como existe a flexibilidade da distância é possível que estudantes de outros Estados consigam concluir a formação. Será um curso pioneiro e inovador. É o caminho intermediário entre o ensino médio e a universidade e veio para preencher essa lacuna”.
Assessoria de Comunicação do Senar Nacional
(61) 2109-4141
www.senar.org.br
www.facebook.com.br/SENARBrasil
www.twitter.com/SENARBrasil