23 de setembro de 2017

Alunos do curso Técnico visitam Paraíba Agronegócios 2017


Ascom Senar

IMG_9317-minOs calouros do curso Técnico em Agronegócio do SENAR visitaram nesse sábado (23), a expofeira Paraíba Agronegócios 2017. A visita faz parte das aulas práticas que a capacitação oferece e foi a primeira da turma. O objetivo da aula é mostrar aos alunos as diferentes formas como agronegócio funcionada no Estado.

O tutor do polo de João Pessoa, Guiseppe Cavalcanti, defendeu que a Paraíba Agronegócios a relevância desse evento. “A feira é a vitrine de tudo o que está acontecendo no agronegócio em 2017 com tendências a 2018. Aqui nós encontramos instituições governamentais e empresas privadas. Assim, o estudante vivencia o que acontece no mundo rural, tecnologias, financiamentos e custos”, explicou ele.

Para o engenheiro ambiental, Caio Franklin, aulas expositivas como essa só tendem a contribuir para o aprendizado. “A parte prática atrai muito e dá uma visibilidade maior pois o aluno interage e agrega um conhecimento além das apostilas. A mecanização agrícola e os tratos culturais somam muito mais do que a sala de aula”, declara o aluno.

Cada unidade curricular do curso Técnico possui suas aulas práticas. A visita à Expofeira fez parte da matéria Introdução ao Agronegócio, que apresenta conceitos iniciais do sistema e faz com que o aluno se motive para desenvolver suas atividades ao longo do curso e queira participar da cadeia produtiva.

Dentre as palestras, os alunos assistiram a uma mesa redonda sobre a tecnologia no meio rural com nossa assistência técnica e gerencial, um fabricante de drones e um produtor que utiliza tecnologia na sua produção.

O superintendente do SENAR, Sérgio Martins, ratificou a ideia de que o meio rural necessita da tecnologia para continuar. “Para estar no campo hoje, além de gostar você precisa ter tecnologia. É essencial para aumento de produtividade e melhoria na qualidade dos alimentos”, conclui ele.

O produtor rural, Dema Azevedo, acredita que mesas redondas como essa são fundamentais para quem está aprendendo sobre o agronegócio. “É necessário que o aluno conheça a força que ele tem para não replicar falácias como ‘vivemos numa terra pobre que não dá dinheiro’. O que nos falta é usar tecnologia, vivenciar a capacidade da região e ter determinação para fazer acontecer. É possível produzir, só precisamos do conhecimento que os alunos do agronegócio estão recebendo agora”, comenta.

A Paraíba Agronegócios 2017 vai até o próximo domingo. É realizada pelo Governo da Paraíba com o apoio do Sistema Faepa/SENAR, Banco do Nordeste e Associação de Criadores.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br