30 de abril de 2019

Atividades inovadoras marcam segundo encontro nacional do CNA Jovem


Ascom Senar

Brasília (29/04/2019) – As atividades vivenciais marcaram o segundo encontro da etapa nacional do CNA Jovem no último fim de semana em Brasília. Com o tema inovação, os participantes do programa de desenvolvimento de lideranças do Sistema CNA/SENAR foram surpreendidos durante toda a programação do evento.

Cezar Taurion, especialista em iniciativas de inovação

Três jovens representam a Paraíba no programa. São eles Jocélio Oliveira, Juliana Pereira e Tatiana Pontes. No sábado (27), os jovens líderes do agro assistiram à palestra “Transformação digital e inovação no Agronegócio” com o consultor em iniciativas de inovação, Cezar Taurion.

Oficina de ideação para a geração de ideias

Em seguida, eles partiram para os trabalhos na oficina de geração de ideias para elaborar as soluções para os desafios do agro definidos no primeiro encontro do CNA Jovem ligados à participação de produtores no sindicato, produção sustentável do agro brasileiro, diversificação da comercialização de produtos agropecuários, suprimento de energia no meio rural, produtividade dos pecuaristas e inserção de profissionais qualificados nas propriedades rurais.

Andréa Barbosa, diretora de Educação Profissional e Promoção Social do Senar,

De acordo com a diretora de Educação Profissional e Promoção Social do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Andréa Barbosa, as atividades do encontro estimularam a criatividade dos participantes. “Trabalhamos com dinâmicas e elementos surpresas para que os jovens tivessem que pensar fora da caixa. Afinal, também é papel do líder visualizar as situações a partir de uma nova perspectiva”, afirmou.

Keyvilla Aguiar, participa do CNA Jovem representando o Pará

Para a representante do Estado do Pará, Keyvilla Aguiar, as atividades serviram para conectar os jovens na busca de soluções inovadoras. “As práticas que desenvolvemos durante os três dias foram imprescindíveis para que a gente pudesse pensar em boas ideias. Conseguimos ampliar o nosso leque de oportunidades para a sustentabilidade no agronegócio”, observou.

O jovem Leandro Cardoso, representante de Minas Gerais, integra o grupo que tem o desafio de gerar empregabilidade dos egressos das ações educacionais do Senar e da Faculdade CNA.

O jovem Leandro Cardoso é um dos representantes de Minas Gerais

“O produtor rural sinaliza que precisa de mão de obra qualificada. A demanda é interligar os profissionais capacitados pelo Senar e pela Faculdade CNA para atender as demandas dos produtores rurais. É um desafio muito grande que nós estamos empenhados em resolver com todas as ferramentas que o programa CNA Jovem está disponibilizando”, declarou.

No domingo (28), a sala do evento foi transformada em programa de auditório, inclusive com banda ao vivo. No local, a superintendente de Relações Internacionais da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Lígia Dutra, interagiu com os jovens explicando a atuação da CNA na área internacional para impulsionar o agronegócio brasileiro.

A superintendente de Relações Internacionais da CNA, Lígia Dutra, explica sobre o comércio exterior no agro

“Para o Brasil se tornar um país exportador, mais aberto à economia mundial, precisamos de novos líderes e empreendedores que estejam atentos às novas tecnologias para atender as demandas do mercado internacional. Isso vai além da elaboração de políticas públicas e acordos comerciais. É necessário ter uma visão de longo prazo e investir na juventude”, declarou Lígia.

A importância da comunicação e mobilização para que os jovens tenham ferramentas para defender argumentos e discursos também foram destacados no encontro do CNA Jovem.

Pedro Deyrot, um dos fundadores do MBL, explicou o processo para a formação da opinião pública

“Apresentamos ferramentas relevantes para a construção de argumentos. A partir disso, eles poderão utilizar as informações corretas sobre o agro para alcançarem mais pessoas, ajudando na formação da opinião pública”, declarou Pedro Deyrot, fundador do Movimento Brasil Livre (MBL).

No campeonato de debates, jovens tiveram que defender e contrapor temas relacionados ao agro

O campeonato de debates encerrou as atividades do encontro presencial. Para gerar mais emoção às discussões, os jovens só ficaram sabendo sobre qual assunto tinham que defender instantes antes do início da competição.

O vencedor das rodas de debates, Celcino Barros, representante do Espírito Santo, enfrentou o deputado federal Kim Kataguiri, que também é um dos fundadores do MBL.

O vencedor dos debates, Celcino Barros, recebe o trófeu do deputado Kim Kataguiri

“Todas as atividades do segundo encontro contribuíram para aumentar a nossa criatividade na busca de soluções para os desafios do agro, como é o caso do suprimento de energia no meio rural. Essa é uma demanda do meio rural que precisa ser solucionada”, explicou Celcino, ao citar o desafio de seu grupo no CNA Jovem.

Para visualizar as fotos, acesse os links abaixo:

1º dia: https://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor/sets/72157706767411231

2º dia: https://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor/albums/72157708129041805

3º dia: https://www.flickr.com/photos/canaldoprodutor/albums/72157708153679285

Assessoria de Comunicação CNA
Fotos: Adriano Brito
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil