27 de março de 2020

CNA defende proposta que garante alimentação de estudantes com aulas suspensas


Ascom Senar

Brasília (27/03/2020) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defende a aprovação rápida do Projeto de Lei 786/2020, que prevê a distribuição de alimentos da merenda escolar às famílias de estudantes da rede pública, que tiveram as aulas suspensas por causa do coronavírus.

A proposta do deputado Hildo Rocha (MDB/MA) foi aprovada virtualmente na quarta (25), pelo plenário da Câmara dos Deputados, e segue para votação do Senado Federal.

Para a Confederação, o projeto garante a alimentação adequada das famílias dos alunos que estão sem ir às escolas e evita o desperdício da produção no campo neste período de calamidade pública, em razão da pandemia do Covid-19.

Segundo o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi, a proposta é fundamental nesse momento de crise. “Ele beneficia os dois lados: os produtores que precisam continuar vendendo os produtos e as famílias que precisam de alimentos de qualidade”.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil