18 de abril de 2013

Comemoração ao Dia Nacional da Conservação do Solo


Ascom Senar-PB

No último dia 15 (segunda) foi organizada pelo Laboratório de Solos (LASOL), PASCAR (Programa de Ações Sustentáveis para o Cariri) e Coordenação das disciplinas de Gênese, Solos do Semiárido e Pedologia a I Exposição Didática “Solos do Brasil” no Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (CDSA-UFCG). Professores, agricultores, estudantes e membros da comunidade civil visitaram os painéis elaborados pelos estudantes da disciplina de Gênese e Morfologia do Solo, do curso de Engenharia de Biossistemas, e ouviram as orientações sobre as particularidades de cada ordem de solos, suas características, limitações e potencialidades. Ainda dentro das comemorações ao dia 15 de abril os acadêmicos do curso de Agroecologia montaram barraca temática na Feira Agroecológica de Sumé, compartilhando com os consumidores e agricultores orientações sobre uso e manejo sustentáveis do solo, malefícios do uso de agrotóxicos, além de distribuírem material informativo e mudas de nativas.
                Com a intenção de atingir um número sempre crescente de ouvintes, buscando despertar o interesse de crianças e jovens, sensibilizando-as para com as necessidades dos solos, as comemorações estenderam-se às escolas Prof José Gonçalves de Queiroz e Escola Agrotécnica de Sumé (Sumé), Colégio Nossa Senhora de Lourdes e José Leite de Sousa (Monteiro), Manoel Alves Campo (Congo) e Bartolomeu Maracajá em São José dos Cordeiros. Mais de 600 estudantes tiveram a oportunidade de ouvir os acadêmicos dos cursos de Biossistemas e Agroecologia dialogando sobre os solos.
                O objetivo dessas ações foi socializar informações para despertar o interesse por conhecer melhor e desenvolver um novo olhar pelo ‘chão que nós pisamos’, de maneira a possibilitar a formação de uma consciência pedológica, na perspectiva da proteção, conservação e cuidado por este recurso natural fundamental à manutenção da vida, além de promover um momento de reflexão que permita também discutir sua importância na vida de todos.
            Como recurso natural essencial à vida no planeta, o solo merece atenção especial, desde que a manutenção de sua fertilidade é extremamente importante para todos.“Do solo brota a vida. Inúmeras são suas funções: é sobre ele que crescem as florestas, onde vivem os animais e muitos seres que mantém o equilíbrio da natureza. Sem solo com saúde, não haverá vida. Um novo olhar sobre os solos sob a Caatinga é imprescindível para mudanças de atitudes. O grande desafio hoje é conciliar sua capacidade produtiva e sua importância ambiental. Devemos perceber sua grandiosa função na natureza, respeitar sua capacidade de suporte e desenvolver sentimento de respeito e afetividade por este recurso natural, popularizando sua importância, seja na sala de aula, em casa ou em qualquer lugar”, argumenta a professora Adriana Meira, Coordenadora do LASOL e PASCAR.

Adriana de Fátima Meira Vital
Professora
CDSA/UFCG