23 de julho de 2018

Presidente do Sistema Faepa Senar recebe carta com plano para desenvolvimento do semiárido


Ascom Senar

O presidente do Sistema Faepa Senar PB, Mário Borba, recebeu no último sábado (21) um documento com propostas para o desenvolvimento da agricultura e pecuária da região semiárida do Brasil. O plano foi entregue durante a 6ª edição do “Dia D”, evento realizado pela Fazenda Carnaúba, em Taperoá (PB).

A “Carta de diretrizes para agropecuária de sequeiro do semiárido nordestino” foi escrita por produtores e criadores da região, com propostas nos âmbitos jurídicos, econômicos, culturais e de pesquisa científica.

O documento ainda propõe a criação de um grupo gestor para o semiárido, que seria responsável por gerir e viabilizar as ações de desenvolvimento da região na época das secas.

Durante a solenidade, treze instituições assinaram a carta, entre universidades, empresas de pesquisa e entidades de classe, a exemplo da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e da Federação de Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa).

Segundo, Mário Borba, que também é secretário da CNA, o documento chega num momento oportuno, no qual a própria Confederação trabalha na elaboração de propostas para o agronegócio brasileiro, que serão entregues aos presidenciáveis.

“Vou levar essa Carta da Carnaúba para a CNA já na próxima semana, para que ela possa servir de subsídio nas nossas reuniões com as entidades que estão nos ajudando na formulação do nosso documento. O objetivo será o de incluir essas ideias, tanto no projeto nacional, quando no que estamos elaborando na Federação da Paraíba”, afirmou Borba.

Entre as propostas apresentadas na carta estão o fortalecimento de pesquisas com forrageiras nativas, incorporando conhecimento sobre o melhoramento genético, técnicas de estocagem e nutrição, além da criação de uma legislação específica que contemple os produtores na época da seca, associada, no aspecto econômico, a linhas de crédito diferenciadas.

“Esperamos ver mudança econômica e social da região, a exemplo de outros momentos que vivemos como na época do algodão e do programa do leite. Essa é a expectativa, não só da Carnaúba, mas também dos outros produtores do semiárido, envolvidos no projeto”, destacou Joaquim Dantas Vilar, produtor rural organizador do evento e um dos responsáveis pela Carta.

O secretário-executivo do Instituto CNA, André Sanches, e o superintendente do Senar Paraíba, Sérgio Martins, também assinaram o documento.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br