17 de abril de 2018

Programa Jovem Aprendiz Rural inicia ciclo de disciplinas técnicas


Ascom Senar

Cem alunos do programa Jovem Aprendiz Rural, na Paraíba, iniciaram o módulo de as aulas técnicas. O curso de “Mecânico de Manutenção de Tratores Agrícolas” é oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural atende empresas e agroindústrias do litoral norte e sul do Estado, com aulas nos municípios de Mamanguape, Caaporã e Pedras de Fogo.

Idelfonso Neto é um dos alunos das duas turmas em Mamanguape, litoral norte. O jovem vê no curso uma oportunidade de trabalho e futuro profissional.

“Quero sair daqui entendendo o funcionamento de uma máquina agrícola e levar para frente e aplicar meu conhecimento no mercado de trabalho. O mercado agropecuário me atrai porque é muito ligado à tecnologia. O sistema agropecuário está crescendo muito e falta pessoas capacitadas para trabalhar nesse setor, por isso quero buscar os melhoramentos para estar apto a trabalhar nessa área”, afirma ele.

O instrutor da unidade modular “Manutenção de máquinas agrícolas”, Gilson Cordeiro, vê perspectivas de trabalho para os alunos em todo o país. “Uma das grandes dificuldades que as agroindústrias enfrentam hoje é a falta de profissionais que conheçam a área mecânica direcionado a manutenção de máquinas agrícolas. Estou nessa área há 25 anos e vejo mercado em todo o Brasil”, explica Gilson.

O programa tem carga horária de 960 horas e, para este curso específico, atende jovens entre 18 e 24 anos. Ele é dividido em três fases. O primeiro núcleo é dedicado a disciplinas básicas, o segundo é para as disciplinas técnicas e a fase final consiste na experiência prática na empresa para a qual o aluno foi designado.

 

Jovem Aprendiz

A lei Nº 10.097/2000, ampliada pelo Decreto Federal nº 5.598/2005, surgiu para auxiliar a inserção dos jovens no mercado de trabalho, possibilitando a primeira experiência trabalhista. Ela determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional. Poderá ser aprendiz o jovem ou adolescente entre 14 e 24 anos que esteja devidamente matriculado e frequentando a escola.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br