24 de março de 2015

Projeto ambiental transforma óleo de cozinha em sabão


Ascom Senar-PB

Produzir sabão em barra a partir do resto de óleo utilizado na cozinha. A ideia é bem simples, mas no distrito de Santa Rita, na Paraíba, tem tido um importante papel social. O projeto vem sendo desenvolvido pela Miriri Alimentos e Bioenergia S/A e além de reduzir os excessos de resíduos nas águas do Rio Miriri, também ajuda as comunidades que vivem em seu entorno, terem maior conscientização ambiental.
De acordo com Josias Dias dos Santos, supervisor de gestão ambiental da Usina, a iniciativa já conta com a participação das comunidades vizinhas, mas nem sempre foi assim. “Foi um trabalho difícil no inicio. Como tudo que é novo gera uma certa resistência, as pessoas não acreditavam muito no projeto, mas aos poucos fomos mostrando o resultado do nosso trabalho: o sabão pronto. Além disso, promovemos várias palestras de conscientização falando dos malefícios do ato de descartar de maneira incorreta o óleo de cozinha no meio ambiente”, falou Josias.
Atualmente, o projeto recolhe 20 litros de óleo por semana, totalizando 480 litros em seis meses. Para cada litro de óleo entregue é devolvido meio quilo do sabão totalmente pronto para uso. “Um litro desse óleo contamina mais de 1 milhão de litros de água. Tirar isso dos rios, mesmo que de forma indireta, mostra que estamos fazendo um trabalho bem especial”, comenta Josias Dias ao falar sobre a importância desta iniciativa.
O projeto existe desde 2011 e beneficia cerca de 100 famílias do entorno, como também aos funcionários e a própria empresa, já que todo o sabão lá utilizado é fruto da inciativa. Para quem tiver interesse em participar, a empresa funciona como um posto de coleta e realiza a distribuição do sabão gratuitamente.
Senar Paraíba incentiva a capacitação dos funcionários
O Senar Paraíba em parceria com a Miriri Alimentos e Bioenergia S/A já capacitou, só no ano passado, mais de 180 funcionários nos treinamentos de Operação de Tratores Agrícolas em Imóveis Rurais, Corte e Costura, Doces e Compotas, Operação de Colhedora de Cana-de-Açúcar e Prevenção de Acidentes com Agrotóxicos.
Para o superintendente do Senar-PB, Sérgio Martins, esta parceria só traz retorno positivo para os funcionários e consequentemente para a empresa. “O nosso objetivo é que essas formações melhorem o desempenho dos trabalhadores e da empresa, para que possamos qualificar cada vez mais profissionais e, consequentemente, elevar o nível da qualidade dos nossos produtos”, falou. 
Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6073/6050
facebook.com/faepasenarpb
imprensa@senarpb.com.br