2 de maio de 2013

Pronatec oferecerá 120 mil vagas a produtores em 2013


Ascom Senar-PB

Trabalhadores de áreas rurais do Brasil receberão cursos específicos de qualificação profissional em 2013. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) do Ministério da Educação (MEC) tem previsão de ofertar 120 mil vagas em cursos direcionados à população do campo. Numa ação que teve início em 2012, o MEC, em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), identifica o público que necessita de formação para definir a oferta de cursos.
“Essa parceria é uma oportunidade de ampliar e de adequar a formação de acordo com a demanda que está colocada no campo”, observou Marcelo Feres, diretor de integração das redes de educação profissional e tecnológica do Ministério da Educação.
O Pronatec tem previsão de alcançar 2.600 municípios em 2013. Serão ofertados 220 diferentes cursos técnicos, além de 500 outros de qualificação profissional, com mais de 160 horas de aulas. “Temos hoje 1,5 milhão de estudantes matriculados em cursos técnicos no país. Se compararmos com os 8 milhões do ensino médio e os 6,7 milhões no ensino superior, fica notório que precisamos ampliar a oportunidade para os brasileiros na educação profissional”, ressaltou Marcelo Feres.
Segundo ele, o Pronatec apresenta-se como alternativa para ampliar a oferta da educação profissional. “Só precisamos identificar qual é a demanda por educação profissional e, assim, induzir a oferta”, explicou.
Criado em 2011, o Pronatec já atendeu mais de 2,5 milhões de brasileiros e a meta é oferecer cursos técnicos e de formação inicial e continuada a 8 milhões de estudantes e trabalhadores até 2014. “O Pronatec é um processo novo que requer a participação das instituições de ensino profissional. Precisamos identificar o tipo de qualificação e o tipo de curso que precisa ser ofertado”, disse Feres.  
Fonte: Ministério da Educação