8 de julho de 2013

Qualificação e aperfeiçoamento para os instrutores


Ascom Senar-PB

“O instrutor é a ponte entre o SENAR e o produtor rural. É quem leva conhecimento ao campo. Por isso, consideramos de extrema importância formar esse profissional e mantê-lo sempre atualizado para levar o que há de melhor ao nosso público”, afirma a coordenadora de Projetos e Programas Nacionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), Patrícia Machado.
Patrícia destaca que a partir de agora, todos os programas e projetos da entidade vão ter como primeira ação a especialização dos instrutores. “Já estamos fazendo isso com o programa de agricultura de precisão e em breve faremos com o ABC – Agricultura de Baixo Carbono. Queremos que o instrutor esteja muito bem preparado antes de levarmos as ações dos programas ao produtor e ao trabalhador rural”, adianta.
A coordenadora explica que para capacitar os profissionais, o SENAR fechou diversas parcerias com entidades de ensino e pesquisa como a Embrapa, ESALQ, Universidade Federal de Viçosa e com empresas privadas ligadas ao setor agropecuário, como a Stara e a Jacto. “O contato com essas instituições é uma oportunidade para nossos instrutores se aperfeiçoarem. O que o SENAR quer é contribuir com o trabalho que desenvolvem lá na ponta.”
De 2012 até agora, a entidade realizou sete capacitações tecnológicas para instrutores nas áreas de piscicultura, ovinocultura, bovinocultura de leite, silvicultura, heveicultura, floricultura e suinocultura. Os cursos atualizam tecnicamente os profissionais com relação às principais mudanças e transformações significativas no processo produtivo em diversas áreas. No segundo semestre deste ano está prevista a de bovinocultura de corte.
Algumas capacitações tecnológicas já estão disponíveis na modalidade a distância. Os instrutores interessados nessas especializações devem procurar o SENAR regional.
Patrícia Machado ressalta que a qualificação dos instrutores do SENAR também engloba as capacitações metodológicas ministradas pela equipe técnica do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social do SENAR Central. “Nós realizamos esses treinamentos porque é importante que nossos profissionais estejam alinhados com a metodologia de ensino do SENAR. São conteúdos educativos e institucionais que preparam para atuação junto ao público rural e podem servir para quaisquer outras entidades que o profissional venha trabalhar.”
Quem é o instrutor do SENAR?
É o mediador do conhecimento e da prática profissional junto aos produtores, trabalhadores rurais e suas famílias. São profissionais multidisciplinares, como agrônomos, veterinários, zootecnistas, técnicos agrícolas, artesãos, profissionais da saúde, entre outros, selecionados pelas Administrações Regionais do SENAR. Eles passam por um processo de cadastramento, credenciamento, formação e supervisão.
Atualmente, a entidade possui aproximadamente seis mil profissionais credenciados nas mais diversas áreas do conhecimento.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SENAR