17 de julho de 2020

Senar apresenta estratégias de formação técnica em agronegócio


Ascom Senar

Brasília (16/07/2020) – O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) apresentou, na quinta (16), em videoconferência, o processo para criação e organização do curso técnico em Agronegócio e as alternativas para substituir os encontros presenciais durante a pandemia. O webinar foi organizado pelo Ministério da Educação.

A coordenadora de Educação Formal do Senar, Maria Cristina Ferreira, explicou como a instituição utiliza o modelo educacional da formação por competências para desenhar o perfil dos profissionais e a prática de ensino para atender as demandas do setor rural.

“O curso técnico em agronegócio atende uma necessidade de formação para que, ao longo das 25 unidades curriculares, as pessoas compreendam o processo produtivo e também que a propriedade rural é uma empresa e necessita de processos gerenciais”, destacou.

A formação técnica tem carga horária de 1230 horas, sendo 80% a distância e 20% presencial, e é oferecida em 150 polos de ensino distribuídos em todas as regiões do País.

Com a necessidade do isolamento social devido à pandemia, o Senar teve de suspender as aulas presenciais para garantir a preservação da saúde e o bem-estar social dos alunos e criar alternativas para atender às diretrizes curriculares do Ministério da Educação.

“Nesse momento substituímos os encontros presenciais por uma aprendizagem remota dentro do ambiente virtual de aprendizagem que já é utilizado pelos estudantes. Para isso, os tutores presenciais passaram por capacitação para aproveitar ao máximo os recursos digitais oferecidos pela ferramenta”, destacou.

Para saber mais sobre a formação técnica do Senar, acesse: https://www.cnabrasil.org.br/s…

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil