30 de novembro de 2018

Senar encerra ações de saúde com 700 pessoas atendidas


Ascom Senar

O Senar encerrou os atendimentos dos Programas Saúde da Mulher Rural e Saúde do Homem nesta sexta-feira (30), com uma ação para a população feminina do município de São Sebastião de Lagoa de Roça, no agreste paraibano. Também nesta semana houve atendimentos aos homens da região de Caaporã, Litoral Sul. Ao todo, foram beneficiadas  cerca de 700 pessoas em 7 eventos.

No evento desta sexta, foram atendidas 80 mulheres, que participaram de palestras de conscientização sobre a importância da prevenção de doenças e também do autoexame, para identificação do câncer de mama. Elas também tiveram acesso a mamografias, realizadas numa estação móvel instalada no local do evento pela prefeitura municipal, parceira do Senar na realização da ação.

“O Senar se preocupa com a população da zona rural e o nosso município tem feito muitas parcerias não só nesse programa, mas também em cursos. Estamos de portas abertas para novas parcerias que contribuem muito para o nosso município”, afirmou o Secretário de Saúde, Inácio Brito.

Ana Lucia Pereira, agricultora

Uma das beneficiadas foi a agricultora Ana Lúcia Pereira da Costa (51), do Sítio Tanque, zona rural do município. Ela comentou que sempre está em dia com os exames, mas que este ano ainda não tinha conseguido visitar o médico por conta de problemas pessoais. “Nós temos que nos cuidar, buscar a prevenção, porque saúde é importante”, afirmou.

Para a pedagoga do Senar, Kézia Cortêz, responsável pelo planejamento e execução das ações de saúde, o balanço ano é positivo e destacou que a intenção é de ampliar o número de municípios atendidos. Em 2018, os atendimentos aconteceram em São José do Sabugi, Gurinhém, São José dos Cordeiros, Caaporã, São Sebastião de Lagoa de Roça e Gurinhém. Sendo que neste último foram dois eventos, para homens e mulheres.

“Oferecemos palestras, exames diversos, levamos especialistas para atender homens e mulheres, assim como conseguimos atingir o nosso público, que é a população rural e em alguns casos também com os moradores da cidade. Esse alcance, com 700 pessoas atendidas, é muito positivo”, resumiu Kézia.

Essa amplitude de ações é viabilizada por meio da parceria com os municípios, como aconteceu também em Caaporã, no litoral sul do Estado. Segundo o prefeito, a cooperação também agrega valor ao serviço público prestado pelo município à sociedade.

“Essa parceria tem sido muito exitosa e trazido muitos resultados para o nosso município. Tanto na área de saúde, como na capacitação de pessoas. Isso prestigia o homem do campo da nossa cidade e por isso somos gratos”, afirmou o prefeito Cristiano Monteiro.

Numa das palestras realizadas na cidade, o trabalhador rural aposentado José Cândido Sebastião, de 77 anos, deu um depoimento impactante, ao revelar que havia acabado de tratar um câncer de próstata, descoberto por acaso num exame de rotina.

“Temos que fazer o exame, ele trás mais vida para nós. A morte é uma certeza, mas se a gente se cuidar, vivemos mais. A vergonha é que mata e eu mesmo não tive receio nenhum de fazer o toque. Quero chegar aos cem anos”, disse.

Levar a educação e a conscientização à população rural é um dos principais benefícios do evento, como ressalta Kézia Cortêz.  “Temos utilizado abordagens cada vez mais didáticas para explicar como ocorre e se estabelece o problema do câncer e isso ajuda muito a fixar a ideia da necessidade de prevenção, inclusive na consulta aos profissionais do Senar após as palestras. O nosso balanço é de que essa linguagem tem deixado clara a nossa mensagem”, avaliou a pedagoga.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br