12 de fevereiro de 2014

Senar estimula mudança de comportamento do homem sertanejo


Ascom Senar-PB

Mudar a realidade do Semiárido do Nordeste brasileiro é uma missão difícil que muitos, ao longo da história, já se empenharam em realizar, mas pouca coisa foi feita. Os planos e medidas, em sua maioria, eram idealizados fora do contexto regional e, até agora, não passaram de paliativos.
Para tentar transformar esta realidade o “Sertão Empreendedor: Um novo tempo para o Semiárido”, programa criado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), vem seguindo um caminho diferente: primeiro ele está modificando a visão dos produtores em relação à realidade do Semiárido e apresentando formas de conviver com os aspectos naturais e físicos desta região.
O Programa tem o desenvolvimento de suas ações pilotas no estado da Paraíba. Dentro de suas ações, o SENAR-PB promove nos dias 13 e 14, na Escola Agrotécnica do Cajueiro, campus IV da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em Catolé do Rocha, o curso “Mudança de atitude do homem sertanejo”. Para o coordenador do programa na Paraíba, Jonhbel Paiva, o curso é motivacional e tentra fazer com que o produtor acredite que é possível produzir e se desenvolver no Semiárido e, acredite no Sertão Empreendedor, como este caminho de mudança.
O curso será ministrado pela instrutora do SENAR-Paraná, Cláudia Cosentino, que em janeiro esteve reunida com os produtores de Campina Grande e agora aplicará a mesma metodologia vivencial aos de Catolé do Rocha. “Esse curso, voltado totalmente para os produtores, tem como grande objetivo fazer com que eles possam perceber suas atitudes, superar possíveis deficiências que são identificadas durante conversas e dinâmicas e contribuir para o aprendizado e amadurecimento emocional, simulando desafios que se aplicam à realidade a fim de que possam superar os desafios da perspectiva do Semiárido”, explica Cláudia.
Sobre o programa
O Sertão Empreendedor visa contribuir para o desenvolvimento sustentável do Semiárido brasileiro, mediante a difusão e aplicação de tecnologias de convivência com a seca e de gestão eficaz à promoção do aumento da produtividade e da rentabilidade da economia rural.
Os seis municípios atendidos pelo Sertão Empreendedor, na Paraíba são: Campina Grande, Santa Luzia, Juazeirinho, Cajazeiras e Catolé do Rocha. Estes municípios recebem, desde 2013, assessoria e instruções de técnicos que diagnosticam as propriedades dos produtores participantes do programa e instruem cada um, individualmente, para que o objetivo de construir uma nova realidade para o semiárido seja alcançado.
De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), Mário Borba: “O Sertão Empreendedor tem um caráter, acima de qualquer medida, modificador. Não queremos apenas trazer tecnologias e qualificações aos produtores, mas queremos modernizá-los também, que ele modifique a visão que tem de produção nessa realidade chamada de semiárido”.

Assessoria de Comunicação Social – Senar-PB
(83) 3048-6073/(83) 9654-2766