17 de julho de 2017

SENAR participa da 5ª edição do Dia D da Fazenda Carnaúba


Ascom Senar

IMG_3755A 5ª edição do ‘Dia D’ da Fazenda Carnaúba reuniu cerca de 4 mil pessoas entre 14 e 16 de julho, em Taperoá, cariri paraibano. O evento, que surgiu como um dia de vendas, hoje funciona como uma feira, que além do comércio de animais também oferece palestras sobre produção e manejo e venda de equipamentos e insumos. O SENAR da Paraíba apoia essa iniciativa e também esteve presente no evento.

“Nós temos que, cada vez mais, defender a viabilidade do semiárido, e aqui se mostra a viabilidade de uma região seca. Aqui a gente vê que é possível tirar o sustento de uma família através da cabra, através do Sindi e do Guzerá”, afirmou o presidente do Sistema Faepa/SENAR PB, Mário Borba.

Bovinos da raça Sindi

Bovinos da raça Sindi

“Conseguimos colocar a nossa instituição para divulgar os trabalhos que são feitos pelo SENAR Paraíba. Aqui é um exemplo de empreendedorismo desenvolvido por uma empresa que é familiar”, comentou o superintendente da instituição, Sérgio Martins.

Para o evento foi construída uma área de 800 metros quadrados na qual é montada uma feira com produtos da região e onde também acontecem as palestras. A Fazenda Carnaúba é conhecida pela qualidade e rusticidade de seus animais e pela produção de queijos, que por dois anos consecutivos se destacaram no Prêmio Queijo Brasil. Nesta edição do evento foi lançado o Serra do Pico, feito com leite de Guzerá e Sindi.

IMG_3717Mesmo com esse destaque nacional, a produção artesanal de queijos ainda enfrenta barreiras relacionadas à sua regulamentação. “A nossa grande dificuldade não é seca, mas é a falta política pública. Hoje eu não tenho condições de montar uma planta frigorífica por falta de regulamentação para o pequeno produtor”, comentou Joaquim Dantas, que é proprietário e um dos organizadores.

Essa problemática também foi identificada por Daniel Martins, especialista em queijos brasileiros e que foi um dos palestrantes. Segundo ele, a legislação existente não leva em consideração o produtor artesanal. Mesmo diante dessas dificuldades, a produção existente é tem boa qualidade.

Bovinos da raça Guzerá

Bovinos da raça Guzerá

“A ideia da nossa apresentação foi mostrar ao Nordeste, e a este público do ‘Dia D’, a qualidade que nós temos de queijo em todo Brasil, que também aqui são feitos bons queijos e que eles devem ter orgulho disso. Também queremos sensibilizar os produtores e políticos para estimular o apoio a essa produção”, explicou.

Cerca de 700 animais foram colocados à venda, entre bovinos das raças Sindi e Guzerá e também uma diversidade de caprinos e ovinos de raças nativas. Essa variedade foi um dos aspectos que mais chamou atenção de Júlia Carolina. Ela é assessora técnica da ATeG do Senar Brasil e compôs a comitiva que visitou o evento.

“Ele mantém diversas raças nativas e a maioria eu não conhecia, isso foi bem interessante. Também vimos algumas possibilidades para o semiárido, nós temos técnicos que tem dificuldades de produzir em determinada situação e aqui encontramos alta produtividade”, afirmou.

IMG-20170715-WA0005

Presidente do Sistema Faepa/SENAR, Mário Borba, ao lado dos diretores do Sindicato de Barra de Santa Rosa

A Fazenda Carnaúba tem uma área 960 hectares, sendo que ao todo, a família tem três propriedades que totalizam 6.000 hectares. A organização do evento estimou a realização de R$ 1 milhão em negócio, R$ 200 mil a mais que no ano passado. Só o primeiro dia de evento já registrou um crescimento de 20% em relação ao mesmo período da última edição.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6093
facebook.com/faepasenarpb
@faepasenarpb
senarpb.com.br