23 de outubro de 2014

Senar-PB participa de encontro nacional em SP


Ascom Senar-PB

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) reúne de 22 a 24 de outubro, os gestores e técnicos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O objetivo do evento é debater a primeira fase, de 2011 a 2014, e apresentar às Regionais a estratégia do Ministério da Educação para a segunda fase, de 2015 a 2018, lançada em junho pelo Governo Federal. 
A gestora do Pronatec do Senar-PB, Véra Figueiredo, está participando do evento e ressaltou a importância do encontro como uma grande oportunidade para que as 24 regionais participantes troquem informações entre si. “Um dos nossos objetivos aqui é discutir os alinhamentos do programa e trocar experiências. Também faremos uma avaliação de tudo o que foi realizado durante o ano”, falou.
“Temos números muito bons, estamos conseguindo crescer ano a ano e melhorar a prestação dos nossos serviços. Nossa aprovação do MEC nas pactuações está em mais de 70%, isso significa confiança no trabalho do SENAR”, afirma a chefe do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social (DEPPS), Andréa Barbosa, sobre o Pronatec do SENAR, durante a abertura do Encontro Nacional de Gestores do Programa, que começou nesta quarta (22), em São Paulo. A chefe do DEPPS apresentou os números da primeira fase, 2011- 2014, e afirmou que o Pronatec do SENAR tem chamado a atenção do Ministério da Educação devido ao crescimento nacional do programa.
“Começamos o Pronatec em 2012 apenas com as Secretarias de Educação Estaduais (SEDUC's) e com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e hoje atendemos 11 ministérios, além das Secretarias de Educação e a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Com esses demandantes e devido à capilaridade do SENAR, passamos a atender de 1981 municípios em 2012 para 3996 em 2014. O MEC percebeu que somos conhecidos e que estamos chegando à população rural. Por isso, querem nos manter cada vez mais próximos como parceiros no Pronatec”, destaca. “Na realidade, bateu na porta do SENAR, nós vamos atender, precisamos apenas manter nosso diálogo com as entidades.”
Nessa primeira etapa, o Pronatec do SENAR aumentou a pactuação de vagas no programa, de 23.450 em 2012 para 73.530 em 2014, com Bovinocultor de Leite e Horticultor Orgânico como cursos mais demandados.
Para a próxima fase, Andréa afirma que o SENAR entrará de cabeça nas novidades do Pronatec, que iniciam em 2015. “O MEC quer organizar a oferta de vagas com base em intinerários formativos, ou seja, não ficar apenas na formação inicial, mas dar formação continuada aos jovens, além de aumentar o número de matrículas para 12 milhões até 2018 e garantir a gratuidade dos cursos. O SENAR está expandindo sua atuação com diversas ações e vai contribuir com a iniciativa do MEC fazendo um novo desenho das qualificações ofertadas, de modo que o jovem possa percorrer um caminho de formação que o prepare para as oportunidades do mercado de trabalho.” 
O Encontro de Gestores tratou também da capacitação de instrutores e gestores do Pronatec para 2015. O curso é a distância e busca preparar o instrutor do SENAR para ministrar o módulo Empreender no Campo, conteúdo diferenciado presente nos cursos do Pronatec do SENAR. As atividades seguem nesta quinta e sexta-feira. Na pauta, pactuação 2015, treinamentos metodológicos e projetos pedagógicos, sistema de gestão da bolsa formação, prestação de contas, Pronatec ATER e auditoria.
Assessoria de Comunicação do Senar com informações da Ascom do Senar-PB