14 de março de 2014

Sertão Empreendedor dissemina a construção de barragens


Ascom Senar-PB

A técnica é milenar, mas a eficiência se estende até os dias atuais. Praticada por povos antigos há cinco mil anos, a barragem subterrânea se mostra a solução mais viável para o produtor que encara a realidade do Semiárido nordestino. A adição da lona de plástico ao método para reter a água é uma manobra mais recente na história, mas torna a ideia ainda mais extraordinária.

O Sertão Empreendedor, programa de convivência com a seca promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), vê na técnica uma saída alternativa para o produtor rural do Semiárido. “A construção de barragens subterrâneas requer pouco recurso e é perfeitamente cabível ao solo arenoso que temos em nossa região. No processo de construção, as prefeituras municipais emprestam as máquinas agrícolas disponibilizadas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, e reduzem assim 70% do custo da construção”, explica o instrutor responsável pelo treinamento de construção de barragens do Sertão Empreendedor, Ricardo Farias.

Para efeito de comparação, o instrutor do Sertão Empreendedor explica que uma barragem tem um custo-benefício muito superior ao de uma cisterna, por exemplo. “Se analisarmos as duas técnicas de armazenamento, a barragem subterrânea tem uma distante vantagem comparada à cisterna. Isso porque uma cisterna, que custa cerca de R$2.200, armazena apenas 16 mil litros de água, enquanto que uma barragem bem feita, ao custo máximo de R$500,00 com o subsídio da prefeitura, tem capacidade de armazenar 200 cisternas de água”, compara Ricardo.

O coordenador do Sertão Empreendedor na Paraíba, Jonhbel Paiva, revela que o programa é pioneiro neste treinamento de construção de barragens subterrâneas. “Obviamente há outras instituições e ONGs que constroem esse tipo de barragem há algum tempo, mas a grande diferença do Sertão Empreendedor é que capacitamos o produtor para que ele construa, possibilitamos essa autonomia com os treinamos em sala e em campo para que eles possam construir essas barragens independentes de uma instituição”, explica.

Ao todo, o Sertão Empreendedor fará seis treinamentos de capacitação que serão concluídos com a construção de uma barragem em cada um dos municípios atendidos pelo programa.
A primeira barragem já foi construída no município de Juazeirinho. “O mais importante nessa aposta é que os produtores estão abraçando esta ideia e , além da barragem que construímos, outras cinco foram providenciadas pelos produtores locais que enxergam grande eficiência na técnica. É esse o nosso objetivo, capacitar e difundir técnicas como essa que possibilitem uma nova realidade ao Semiárido”, conclui Jonhbel Paiva.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6073/6050
facebook.com/faepasenarpb
imprensa@senarpb.com.br