6 de novembro de 2020

Sistema Faepa Senar divulga resultados de 2 anos do projeto Forrageiras para o Semiárido


Ascom Senar

O Sistema Faepa/Senar-PB divulgou o resultado parcial referente a execução do projeto Forrageiras para o Semiárido dos anos 2018/2019. O boletim técnico traz análise do desempenho alcançado na Unidade de Referência Tecnológica (URT) de Tenório-PB, existem outras 11 em todo Nordeste e na região norte de Minas Gerais.

A URT do projeto na Paraíba tem um hectare onde foram cultivadas diversas variedades de palma, capim, milheto, sorgo, milho e árvores leguminosas, como gliricídia e moringa, tanto de maneira solteira, como em consórcio, distribuídas em 72 parcelas.

Após o período de análise, os técnicos envolvidos no projeto elaboraram recomendações para produção de silagem, pasto e poupança forrageira para os pecuaristas de acordo com os diferentes sistemas de produção: extensivos, semi-intensivos e intensivos.

Clique aqui para acessar o Boletim Técnico

“Com os resultados dos primeiros dois anos de pesquisa, podemos demonstrar ao produtor rural do semiárido, um conjunto de opções para que ele possa aumentar sua produção de forragens e consequentemente assegurar alimentação ao rebanho. Alternativas de consórcio entre variedades adaptadas e técnicas adequadas de acordo com o nível tecnológico da propriedade são estratégias que auxiliam a produzir mais”, comentou o supervisor do projeto na Paraíba, Gabriel Petelinkar.

O projeto Forrageiras para o Semiárido estuda plantas mais resistentes ao clima e condições da região para serem oferecidas como alimentação animal.  A iniciativa é desenvolvida pela CNA em parceria com a Embrapa, com o apoio das federações de agricultura e o Senar dos estados.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073
facebook.com/faepasenarpb
instagram.com/faepasenarpb

senarpb.com.br