15 de julho de 2013

Treinamento ensina como transformar vivências em aprendizado


Ascom Senar-PB

Ao longo desta semana, 14 instrutores de metodologia e técnicos da área de formação inicial e continuada (FIC) do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social (DEPPS) do SENAR participam do treinamento sobre o Ciclo de Aprendizagem Vivencial (CAV) na sede do Sistema CNA/SENAR, em Brasília. O CAV é uma ferramenta utilizada na metodologia da aprendizagem e pode ser usada na aplicação de qualquer treinamento.
“É uma ferramenta que permite levar o participante a entender onde está e aonde quer chegar tomando uma decisão a partir do que aprendeu e/ou percebeu durante o processo de aprendizagem”, destaca o instrutor do treinamento e consultor do SENAR Administração Central, Luiz Tiradentes. Segundo ele, o CAV auxilia o instrutor na aplicação das atividades realizadas nos cursos, buscando o desenvolvimento da autonomia do participante.
“Com o CAV, o instrutor melhora o nível dos resultados obtidos pelo próprio participante, fazendo-o analisar situações e vivências para tomar a decisão mais correta. É um ciclo em que o participante pode sempre reavaliar a situação e ter atitudes diferentes a cada situação.”
Para Fabiana Rezende Yehia, coordenadora de Formação Inicial e Continuada do DEPPS, o treinamento do Ciclo de Aprendizagem Vivencial é importante porque, além de uma ferramenta de análise vivencial, possibilita ao participante “reavaliar suas ações, sob o ponto de vista comportamental, para que faça uma ressignificação da sua atuação”.
O treinamento tem 40h com conteúdos teóricos relacionados à andragogia, ambiente de aprendizagem, papel do facilitador, comportamento em grupo e aprendizagem a partir da experiência. Durante um período do curso, os participantes vão realizar oficinas e colocar em prática o aprendizado das aulas.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SENAR