22 de outubro de 2013

Vespas são alternativas sustentáveis aos agrotóxicos


Ascom Senar-PB

Boa parte dos alimentos que consumimos contam com a adição de agrotóxicos, substâncias que têm o objetivo de controlar pragas, mas que ao mesmo tempo podem representar riscos ao meio ambiente e à saúde humana. Mas uma startup brasileira afirma ter criado uma alternativa mais barata e sustentável para combater o problema na lavoura: microvespas desenvolvidas em laboratório, que podem fazer com que cada brasileiro consuma, em média, menos de seis litros de produtos químicos ao ano.
Cada inseto coloca os ovos dentro dos ovos das pragas, o que faz com que nasça uma nova vespa ao invés de uma praga. Por meio de um método natural, é possível tentar tirar o nome do Brasil da lista de campeões mundiais no uso dos agrotóxicos.
O método criado pela Bug Agentes Biológicos, uma das 50 startups mais inovadoras do mundo, segundo dados da revista Fast Company, é cerca de 40% mais barato que o uso de agrotóxicos nas plantações e consiste na utilização de vespas de 25 milímetros. A eficácia da ideia pode mudar a vida dos agricultores, já que as pragas são altamente prejudicais em termos financeiros.
A Bug diz que esta forma de combate não afeta as plantações (pode ser usada em 28 culturas) e traz resultados tão ou mais eficientes que os dos agrotóxicos.
Fonte: Eco D