14 de novembro de 2014

Visita técnica desperta curiosidade de produtores do TO


Ascom Senar-PB

Durante a visita técnica para os produtores e técnicos do Tocantins, a comissão teve a oportunidade de visitar duas propriedades na região do Cariri paraibano e conhecer uma criação de caprinos e produção de queijo de cabra, uma plantação de palma e uma fazenda modelo que possui barragem subterrânea. A visita teve a intenção de mostrar que é possível produzir mesmo com poucos milímetros de chuvas na região.
Uma das localidades visitadas foi o município de Taperoá, a 260 quilômetros da capital João Pessoa. Na Fazenda Carnaúba, os produtores viram quatro tipos de confinamento de caprinos e uma propriedade familiar que produz queijo de cabra para Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas e São Paulo. Além disso, um dos filhos de Manoel Dantas Vilar, proprietário da Fazenda, mostrou o campo de palma que produzem para utilizar como alimentação animal. O produtor do Tocantins, Adelmo Mendes, confessou que a propriedade lhe incentivou a crescer o seu negócio. “O criatório de caprinos me surpreendeu, vi que é possível também ter essa criação, além de plantar a palma forrageira. Nunca tinha visto a utilização desta planta e o próximo passo é levar esse conhecimento para os produtores da minha região”, disse o produtor.
Segundo a diretora técnica do Senar Tocantins, Rayley Luzza, o Programa em seu estado ainda está em fase de diagnóstico nas propriedades dos produtores e acompanhamento dos técnicos. “Temos apenas três meses de implantação do Sudeste Empreendedor – Travessia Seca, mas estamos vendo que a Paraíba com tão poucas condições climáticas e financeiras faz acontecer muito e é isto que queremos mostrar aos nossos produtores quando retornarmos”, disse.
No penúltimo dia da visita (13), a equipe do Senar-PB levou a Comissão para conhecer ainda uma propriedade que fez barragem subterrânea como alternativa para a falta de água. No local, foram demonstrados como as barragens podem ajudar o produtor a permanecer com água durante a estiagem e utilizá-la para irrigação, para os animais e para o consumo na agropecuária. Ao final da visita técnica, a equipe viu a construção de uma barragem como maneira de mostrar como a técnica é fácil e eficaz.
Para o superintendente da Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (FAET), Frederico Sodré, um dos integrantes da Comissão, foi identificada a necessidade dos produtores conhecerem outra realidade diferente da que eles vivem no Tocantins. “Aqui, eles puderam ver que a nossa região não é tão seca e que eles podem fazer muito mais do que fazem hoje. Percebemos que eles estão encantados, nas conversas que tivemos, dá para perceber como eles agora têm uma visão totalmente diferente de quando saímos de lá. Os produtores estão entusiasmados pensando no que vão fazer em suas propriedades quando voltarem. Vimos que conhecer outra realidade, realmente desperta uma nova visão”, revelou.
Sudeste Empreendedor – Travessia Seca
O Programa Sudeste Empreendedor – Travessia Seca foi criado para atender, inicialmente, dois mil produtores de 27 municípios da região Sudeste do Tocantins. Promovido em parceria com o Sebrae e a Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (FAET), vai estimular o espírito empreendedor e elevar a qualidade de vida da população da região, constantemente afetada por secas e estiagens prolongadas. O programa vai promover a competitividade e sustentabilidade dos empreendimentos rurais desta região por meio do fomento à inovação, ao empreendedorismo e a difusão das tecnologias sociais, de produção, gestão e boas práticas de convivência com a seca.
Assessoria de Comunicação do Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6073 / 6050