26 de Abril de 2018

Sistema realiza ‘Ciclo de Palestras’ com foco nos direitos e deveres do produtor rural


Ascom Senar

O homem do campo e empresas que atendem o setor rural iniciaram um novo caminho de comunicação no Ciclo de Palestras: Direitos e Benefícios ao Produtor Rural. A Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa) junto com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) realizaram a palestra na última terça-feira (24) com o intuito de divulgar incentivos que a classe rural desconhece ter.

A palestra debateu sobre outorga e uso d’água, energia elétrica e licenciamento ambiental. Temas presentes de quem lida com o campo. “Os assuntos tratados nos afligem no dia a dia. Em função das discussões que aconteceram e da qualidade dos palestrantes, acho que todo mundo aproveitou muito e mais à frente chegaremos a solução dos problemas que enfrentamos”, comenta o produtor Dema Azevedo.

Essa também foi a visão do palestrante Danillo Lelis, coordenador de Mediação e Combate a Perdas da Energisa. “A palestra de hoje foi muito bacana do ponto de vista de aproximação dos produtores rurais da paraíba. Nós enxergamos o potencial que o Estado tem pra começar a produzir, especialmente com a chegada das águas do São Francisco”

As palestras despertaram o interesse para legalização diante dos licenciamentos rurais, como explica o participante José Marinho de Lima. “Sou engenheiro agrônomo e estava preocupado com o Cadastro Ambiental Rural porque o decreto nos limita até o dia 31 de maio para o registro. Foi curioso ver que essa também é uma preocupação da Sudema”, aponta.

De acordo com o coordenado do CAR NA Paraíba, Jancerlan Gomes Rocha, A Sudema deve buscar a partir de 31 de maio, resoluções a nível estadual para tentar contornar a situação jurídica que o cadastro gera. “O ciclo de palestras nos deu a oportunidade de mostrar ao produtor que estamos dispostos a encaminhar os debates que venham. A Sudema está sempre aberta para a melhoria na qualidade da vida do homem no campo”, explica Jancerlan.

“O Brasil dispõe de garantias para a produção no campo, e se o produtor desconhece essas leis, é dever do Sistema Faepa/SENAR abrir caminhos para aquele que mais faz pelo país”, afirma o presidente da Faepa e do Conselho do SENAR-PB, Mário Borba.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br