28 de maio de 2018

Senar apresenta ações do programa de aprendizagem rural em evento do TST


Ascom Senar

As ações de aprendizagem desenvolvidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) foram apresentadas durante a Reunião dos Gestores Nacionais do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem do Tribunal Superior do Trabalho (TST) na quinta (24), em Brasília.

A diretora de Educação e Promoção Social do Senar, Andréa Barbosa, explicou que o Senar desenvolve o Programa de Aprendizagem na área rural em 20 estados do Brasil. São 25 cursos, com carga horária aproximada de 800 horas cada um, focando na programação educativa necessária para a área fim das empresas.

“Quando possibilitamos ao jovem aprender determinada ocupação e profissão em um ambiente controlado, de maneira correta e com informações profissionais sólidas, criamos oportunidades de primeiro emprego para o jovem aprendiz”, destacou a diretora, acrescentando que mais de 50% aprendizes são efetivados.

Desde 2011, O Senar formou mais de 11 mil aprendizes para aproximadamente 500 empresas contratantes. Em 2017, foram efetivadas 2.563 matrículas e, neste ano, já são 1.017 matrículas.

Para ampliar a oferta de ações de aprendizagem no meio rural, o Senar e o Conselho Superior da Justiça do Trabalho celebraram, em abril, um protocolo de intenções com vigência de 48 meses.

A diretora do Senar explicou aos participantes do evento que a cooperação prevê a conscientização do empresário rural sobre a importância da Lei de Aprendizagem e a empregabilidade e a qualificação dos jovens rurais.

Também estão previstas ações de aprendizagem na busca da multiplicação do número de jovens rurais atendidos e a realização e prêmio nacional “Aprendizagem – Aprender para Crescer” com o objetivo de reconhecer as melhores práticas na área.

“Além disso, estamos desenvolvendo uma campanha publicitária para conscientizar os empresários sobre a importância da Aprendizagem Rural”, destacou Andréa.

De acordo com a Ministra Kátia Magalhães Arruda, coordenadora da Comissão de Erradicação do Trabalho Infantil e de Estimulo à Aprendizagem do TST, a intenção do TST é possibilitar que o protocolo seja desenvolvido para estimular a aprendizagem no campo em todas as regiões dos Tribunais Regionais do Trabalho.

O presidente do TST, Ministro Brito Pereira reconheceu o esforço de todos os responsáveis pelo programa e políticas para a realização do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem. “É nobre o envolvimento de agentes que contribuem na conscientização de empregadores que as crianças precisam aprender”, destacou.

Durante o evento foi lançada a campanha contra o trabalho infantil 2018 “Não leve na brincadeira. Trabalho infantil é ilegal”, que incentiva a reflexão e apoia as denúncias ao Disque 100.

Para conhecer mais sobre a Aprendizagem Rural, assista aos vídeos abaixo.

Agro Forte Brasil Forte apresenta ações de Aprendizagem Rural

Senar e CSJT fazem parceria para incentivar a aprendizagem de jovens no campo

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Fotos: Tony Oliveira
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
senar.org.br
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA