18 de abril de 2013

SENAR participa da III Reunião da CBAP


Ascom Senar-PB

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR participou nesta quarta-feira, 17, da III Reunião da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), realizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
O chefe da Divisão Técnica do SENAR Rio Grande do Sul e representante do SENAR na CBAP, João Augusto Telles, falou sobre a criação do Programa de Agricultura de Precisão da entidade e sobre a capacitação para produtores rurais. Telles aproveitou a reunião com a presença de representantes do setor industrial e de serviços para falar sobre a nacionalização do programa.
“Acreditamos que o grande gargalo do setor é a assistência técnica, porque o produtor compra uma máquina, mas não sabe usar. A assistência técnica hoje está defasada e por isso estamos desenvolvendo esse programa, para atender o produtor rural. Mas antes, vamos capacitar nossos instrutores e, por isso, estamos abertos a novas parcerias para que eles tenham acesso ao que há de mais novo no mercado”, destacou. Na próxima reunião da CBAP, Telles vai fazer uma apresentação sobre as etapas do programa de AP do SENAR.
Ainda sobre capacitação no setor, o pesquisador e representante da Embrapa, Ricardo Inamasu, sugeriu a realização de um workshop nacional para debater o ensino voltado à agricultura de precisão no País, desde a assistência técnica à pós-graduação. A comissão pretende avaliar a questão e criar uma agenda para a realização do evento.
Durante a reunião, a CBAP debateu o levantamento de dados referente aos equipamentos que saem da indústria e os que são usados pelos produtores rurais para ter um raio-x da agricultura de precisão no País. A ideia é levantar esses números para que contribuam com a criação de políticas públicas para o setor, como linhas de financiamentos para a aquisição de equipamentos de AP. A comissão pretende aproveitar o estudo que a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) está fazendo por estado, sobre o uso da AP na produção de soja e milho, para ajudar na construção desse raio-x.
Os membros da comissão ainda trataram de uma agenda estratégica de ações, que vai englobar pesquisa, desenvolvimento e inovação, assistência técnica, criação de grupos de trabalho de AP por setor produtivo e de um fórum para tratar dos gargalos do setor, além de um plano de marketing e promoção para ressaltar os aspectos econômico, social, ambiental e de sustentabilidade da agricultura de precisão.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SENAR