15 de março de 2016

Aprendizagem Rural do Senar PB transforma a vida de jovens do litoral norte do estado


Ascom Senar-PB

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural da Paraíba (Senar-PB) vem oferecendo uma oportunidade ímpar para jovens de 14 a 24 anos dos municípios de Santa Rita, Capim e Mamanguape. Eles estão sendo beneficiados pelo programa Menor Aprendiz, capacitados e obtendo experiências profissionais para, ao término da capacitação, estarem aptos ao mercado de trabalho e serem absorvidos pelas empresas participantes do processo. Só em 2015, foram inseridos 224,1 mil jovens aprendizes no Brasil, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A meta é dar oportunidade a 1,7 milhão de aprendizes até 2019, de acordo com o Plano Plurianual do MTE.

Jean Carllos Cavalcanti é um dos alunos e fala da satisfação em poder fazer parte da turma pioneira do Senar Paraíba e ter a oportunidade de ampliar os estudos. Antes do curso de operação de máquinas agrícolas, ele trabalhava como pintor e não tinha muita visão de crescimento profissional. Agora, relata como está sendo a experiência de participar do programa. “Eu soube do curso por um amigo, que me avisou da inscrição. Quem quer algo na vida, aproveita. E foi assim que eu fiz. No começo não gostei muito, mas vi na prática a grande oportunidade que eu tinha nas mãos”, disse Jean. Ele também falou do interesse em continuar estudando e fazendo outros cursos na área agrícola. “Eu não quero parar por aqui”, enfatizou.

IMG-20160129-WA0002

Alunos participando da aula teórica

Por falta de mão de obra, as vagas de trabalho integradas ao programa são, principalmente, as menos ocupadas da região. Daí surge a importância da capacitação, onde os jovens se preparam para atuar na área onde as empresas mais procuram por pessoas qualificadas. Jean está fazendo o treinamento para operação de máquinas agrícolas e em abril começará a segunda etapa do curso, que é atuar diretamente na empresa que o contratou, observando as práticas e o funcionamento da Usina Miriri, empresa em que ele será absorvido. Com apenas 20 anos, já se vê com uma perspectiva diferente e com um futuro promissor.

Assim como Jean, a partir do dia 07 de abril, os alunos terão a oportunidade de aprender na prática o que foi repassado no curso. Até o dia 30 de setembro desse ano, esses jovens irão aprender e se qualificar, vivenciando todos os desafios da profissão. Após esse período, o Senar Paraíba fará um teste com os aprendizes e, quando aprovados, receberão o certificado.

Segundo o chefe do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social (DEPS), Carlos Alberto Patrício, o Plano Anual de Trabalho da instituição traz uma previsão de novas turmas para 2016, a princípio de Operação de Máquinas Agrícolas, mas já existe uma possibilidade de surgirem novas capacitações. “Estamos nos reunindo com as empresas no início de abril para ver se elas têm uma outra demanda. Se eles não tiverem outra pretensão, faremos todas as turmas com o curso de mecanização agrícola, mas caso haja interesse, vamos estudar e ver a possibilidade de atendê-los”, disse.

Entenda a lei da Aprendizagem Rural

A lei Nº 10.097/2000, ampliada pelo Decreto Federal nº 5.598/2005, surgiu para auxiliar a inserção dos jovens no mercado de trabalho, possibilitando a primeira experiência trabalhista. Ela determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários cujas funções demandem formação profissional. Poderá ser aprendiz o jovem ou adolescente entre 14 e 24 anos que esteja devidamente matriculado e frequentando a escola.

 

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073 / (83) 99928-0819
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br