26 de outubro de 2012

Capacitação do programa Leite de Qualidade é missão do SENAR


Ascom Senar-PB

“O SENAR deve, como instituição ligada ao produtor, assumir o desafio de aumentar a rentabilidade dele por meio de qualificação. Para isso, precisamos fazer nosso dever de casa que é qualificar o produtor, para que ele não arque com um custo na produção do leite sem o suporte da qualificação”, afirma o secretário executivo do SENAR, Daniel Carrara, sobre o projeto Produção de Leite de Qualidade, que será realizado em parceria com o SEBRAE.
O projeto visa melhorar a qualidade do leite produzido no Brasil, atendendo as exigências legais da Instrução Normativa n.º 62/2011 do Ministério da Agricultura (MAPA). O SENAR vai utilizar diversos meios entre eles a tecnologia para alcançar a qualidade no leite produzido por pequenos, médios e grandes produtores de leite do País.
O trabalho do SENAR vai começar com capacitação de 11 multiplicadores, que serão responsáveis pela formação dos instrutores estaduais, e montar mais 11 turmas para treinar instrutores das Administrações Regionais. A meta é capacitar 200 instrutores para atender 81 mil produtores rurais, em dois anos.
“O Leite de Qualidade tem um apelo muito forte de rentabilidade, porque são ações na hora da ordenha, do acondicionamento do leite, é quase uma questão de informação que estamos nos propondo a fazer de forma simples, pontual e rápida, com garantia que o produtor irá atingir o resultado esperado. Queremos um produto mais valorizado que consiga atingir novos mercados com maior poder de compra, inclusive o internacional. Se não assumirmos esse papel ficaremos com nosso público consumidor limitado”, ressalta.
Além das capacitações, outro desafio do SENAR é traçar um panorama da qualidade do leite produzido no Brasil. A entidade também que um comprometimento maior das indústrias de laticínios em relação à qualidade do leite produzida no País.
 
Fonte: Portal do Agronegócio