31 de julho de 2012

Globo Rural mostra problemas com cisternas de plástico


Ascom Senar-PB

No dia 29 de julho de 2012, o Globo Rural, programa de televisão veiculado pela Rede Globo, exibiu uma reportagem que mostra problemas com as cisternas de polietileno, as chamadas cisternas de plástico. De acordo com a matéria, “agricultores reclamam que o material não aguenta o calor da região”. Assista ao vídeo ao final da matéria.
A reportagem foi até Paulistana, no Piauí, município onde foram instaladas 27 cisternas de polietileno. A matéria informa que 17 delas foram trocadas porque apresentavam defeito. De acordo com o Globo Rural, o problema tem sido frequente em municípios nordestinos.
Em nota enviada à TV Globo, a empresa Acqualimp, responsável pela venda e instalação dos equipamentos, “informou que já entregou 20 mil cisternas para o Ministério da Integração Nacional (MI) e as que apresentaram defeito foram substituídas”.
A universalização do acesso à água, como garantia do direito à alimentação, tem sido motivo de discussão e acompanhamento no âmbito do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). O conselho, inclusive, aprovou em 11 de julho de 2012 uma exposição de motivos sobre ações de convivência com o semiárido.
Na exposição de motivos, o conselho “defende a realização de estudos sobre a efetividade das cisternas de polietileno, em comparação com os resultados já comprovados das cisternas de placa”.
A instalação de cisternas faz parte do Programa Água Para Todos, um conjunto de ações do governo federal no semiárido, dentro do Plano Brasil Sem Miséria. A meta é instalar 750 mil cisternas – de placas e de plástico – até 2014.
Segundo o comitê gestor, o objetivo do programa é “garantir o amplo acesso à água para as populações rurais dispersas e em situação de extrema pobreza, seja para o consumo próprio ou para a produção de alimentos e a criação de animais”.
Clique aqui para assistir a reportagem exibida no Globo Rural.

Fonte: Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional
Assessoria de Comunicação do Consea