31 de outubro de 2016

Juazeirinho sedia treinamento de abate e cortes especiais na caprinovinocultura


Ascom Senar

whatsapp-image-2016-10-25-at-16-23-41

A cidade de Juazeirinho, que fica localizada no agreste paraibano, sediou a capacitação sobre abates e cortes especiais em caprinos e ovinos. Até o dia 27 de outubro, produtores da região aprenderam sobre novos métodos de produção e tecnologias disponíveis para agregar valor à produção do setor. O treinamento aconteceu na Estação experimental da EMEPA, com uma turma de 16 pessoas que foram mobilizadas pelo Programa Sertão Empreendedor.

O objetivo do curso, de acordo com o chefe do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social, Carlos Alberto Patrício, é ensinar aos produtores a aumentar a renda na produção de caprinovinos sem perder qualquer recurso. “Devido à grande resistência dos animais ao semiárido, a caprinovinocultura se tornou uma via de produção adaptada ao nosso clima. Por causa da  falta de estrutura de muitos produtores em criar os animais e não obterem outras atividades rentáveis com o setor, este treinamento vai orientá-los sobre a melhor forma de abater e fazer os cortes especiais para a venda da carne. Isso faz com que o produtor tenha mais possibilidades e agregue valor ao seu produto”, disse.

whatsapp-image-2016-10-25-at-16-23-41-1

Patrício ainda explica que utilizando a metodologia do treinamento, além de aumentar a produção, consequentemente aumentará o lucro com o trabalho em até 100% do valor que o produtor normalmente gasta para manter os animais no campo. Essa é exatamente a proposta do Programa Sertão Empreendedor, fazer com que o produtor mude sua visão em relação a atividade agropecuária e encare seu trabalho como uma forma de crescimento profissional no setor, utilizando tecnologias e capacitação em favor da caprinovinocultura.

O instrutor Jorge Farias Ramos, que trabalha com abate e carnes desde os anos 2000, esclarece que a metodologia abordada durante os dias do curso será de teoria e prática, demostrando inicialmente métodos de abate, cortes e processamento de carnes. Depois dessa etapa, partirá para a demonstração de produção de linguiça e defumados, terminando com uma visita na unidade de carne e processamento de Gurjão, com o objetivo de estimular a produção, apresentando o mercado amplo e rentável que os produtores poderão trabalhar.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073 / (83) 99928-0819
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br