17 de outubro de 2012

Produtores de caju usam a fruta para preparar novas receitas


Ascom Senar-PB

Produtores de caju do Ceará esperam que a fruta faça sucesso entre os turistas durante a Copa do Mundo de 2014. Em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), os agricultores preparam várias receitas com a polpa do caju. O curso é gratuito e tem duração de uma semana.
No sítio do agricultor Luís Colaço, de Beberibe, a 70 quilômetros de Fortaleza, são oito hectares de cajueiros. A fruta está em plena safra, o que é boa notícia principalmente para os produtores rurais do Ceará. Segundo o IBGE, o estado tem a maior área plantada de caju do Brasil, com 405 mil hectares. A prioridade é a castanha. No ano passado, a exportação do produto rendeu US$ 190 milhões ao estado.
As estimativas apontam que para cada quilo de castanha existe uma média de nove quilos de polpa. Só que quando a separação é feita, na grande maioria das vezes, o alimento é desperdiçado. Com a polpa é possível fazer muitas refeições como hambúrguer de caju. Dezenove produtores aprenderam a preparar com os técnicos do Senar. A ideia é popularizar o prato nos próximos anos.
O sanduíche de caju é, na verdade, só uma das opções. Também tem pudim, bolo, rapadura, salgadinhos, escondidinho e sushi de caju, sem contar com a tradicional cajuína. Para quem sempre viveu do caju, tanta fartura é sinônimo de prosperidade.
Assista a matéria com entrevista da coordenadora do SENAR/CE Kelly Cláudio no link: g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2012/10/produtores-de-caju-usam-polpa-da-fruta-para-preparar-novas-receitas.html.
Fonte: Globo Rural