24 de maio de 2016

Projeto ABC Cerrado avança com início das capacitações de produtores


Ascom Senar-PB

Missão do Banco Mundial avaliou o andamento das atividades

As capacitações de produtores promovidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), etapa fundamental prevista dentro do Projeto ABC Cerrado, iniciaram nesta semana em Goiás e em todos os outros estados participantes já existem turmas prontas para começar. O primeiro módulo do treinamento está sendo promovido em oito municípios goianos: Anápolis, Jataí, Caçu, Itauçu, Minaçu, Goianésia, Mineiros e Alexânia. Aproximadamente 120 pessoas serão contempladas.

A informação foi um dos pontos positivos apontados pela missão do Banco Mundial que avaliou o andamento do ABC Cerrado ao longo desta semana, em Brasília. O evento contou com a participação de representantes do SENAR, do Banco Mundial, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Embrapa e também serviu para realinhar procedimentos e definir as próximas etapas do projeto. A Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do SENAR, que vai atender cinco estados participantes (Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso do Sul e Maranhão) foi outro assunto debatido. Os técnicos de campo e supervisores já foram capacitados e as atividades estão programadas para iniciarem em agosto de 2016.

Na reunião de encerramento dos trabalhos, realizada nesta sexta-feira (20/5), foi apresentado um documento sobre os temas tratados. Segundo o coordenador técnico do Projeto ABC Cerrado no SENAR, Mateus Tavares, ficou registrado que todas as atividades de avaliação de impacto acordadas anteriormente estão sendo colocadas em prática pela entidade.

“O Banco Mundial reconheceu os avanços feitos pelo projeto desde a última missão, realizada em outubro de 2015. As ferramentas de controle foram implantadas e o SENAR mostrou que a execução começou na ponta com as capacitações que já se iniciaram”.

Para a economista agrícola do Banco Mundial Barbara Farinelli, a missão debateu amplamente novas estratégias com o objetivo de aumentar a participação do público-alvo do projeto. O evento ajudou a identificar quais mudanças e adequações são necessárias para que as metas do ABC Cerrado continuem avançando até o próximo encontro, agendado para novembro desse ano.

”Com o aumento na demanda pela implementação, percebemos que o SENAR tem consolidado a equipe e os sistemas de gestão do projeto, apresentando um significativo avanço nessas áreas desde a última missão”, analisa ela.

Conheça o Projeto ABC Cerrado

Ação conjunta do SENAR, do Ministério da Agricultura e da Embrapa, o Projeto ABC Cerrado difunde e incentiva a adoção de práticas sustentáveis para a redução das emissões de gases de efeito estufa e sensibiliza o produtor para que ele invista na sua propriedade de forma a ter retorno econômico mantendo o meio ambiente preservado. O SENAR é responsável pela formação profissional dos produtores nas tecnologias e pela assistência técnica e gerencial de propriedades rurais, com recursos do Programa de Investimentos em Florestas (FIP, sigla em inglês) – administrados pelo Banco Mundial, que doou US$ 10,6 milhões para a execução do projeto.

O ABC Cerrado atende oito Estados do Bioma Cerrado (Goiás, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Bahia, Piauí, Minas Gerais e o Distrito Federal), num período de três anos, com a promoção de quatro processos tecnológicos: recuperação de pastagens degradadas, integração lavoura-pecuária-floresta, sistema plantio direto e florestas plantadas. Ao todo, 12 mil produtores rurais vão receber capacitação e, desse total, 1.600 propriedades – nos Estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Mato Grosso do Sul – receberão, também, assistência técnica.

 

Assessoria de Comunicação do SENAR

(61) 2109-4141

www.senar.org.br

www.facebook.com.br/SENARBrasil

www.twitter.com/SENARBrasil