29 de abril de 2016

SENAR amplia possibilidades de estágios para alunos do Curso Técnico em Florestas


Ascom Senar-PB

Duas empresas já assinaram parcerias com o Centro de Formação Técnica da entidade

Com a intenção de complementar os conhecimentos adquiridos durante as aulas do Curso Técnico em Florestas e ampliar as possibilidades de inserção dos estudantes no mercado de trabalho, o Centro de Formação Técnica em Florestas, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), já assinou termos de cooperação para estágio com duas empresas do setor: Viveiro Jalapão, em Porto Nacional (TO), e Flora Gerais, no município de Lagoa do Tocantins (TO).

O diretor do curso, Vicente Cruz Filho, ressalta que o estado apresenta um futuro promissor para a atividade florestal. Para ele, com a mão de obra que está sendo formada pelo SENAR e atuação dos alunos durante os estágios, as empresas terão maior facilidade para contratar profissionais qualificados. “É um importante passo que demos rumo ao melhor desempenho de nossos alunos, aliando a prática com a teoria que é repassada no nosso dia a dia de sala de aula”.

Segundo Vicente Filho, o estágio supervisionado faz parte da matriz curricular e é permitido para os estudantes a partir do 3° semestre do curso. As atividades acontecem em contraturno das aulas, durante três dias, totalizando 12 horas semanais. “O estágio é componente obrigatório, podendo ser entendido como o eixo articulador entre teoria e prática. É a oportunidade em que o aluno entra em contato direto com a realidade profissional (problemas e desafios) em que irá atuar”, observa.

Na Viveiro Jalapão, cinco alunos já estão fazendo estágio. O foco da empresa é a produção de mudas exóticas – principalmente de eucalipto – e nativas. Os estagiários ajudam na produção de mudas nativas, em sementeiras, e de mudas exóticas utilizando estaquias, irrigação e fertirrigação. A produção do viveiro que totalizava 2,5 milhões de mudas por ano, atualmente alcança cinco milhões. O objetivo é chegar a 10 milhões de mudas anualmente.

Parceria mais recente do Centro de Formação Técnica em Florestas do SENAR, a Flora Gerais já conta com um estudante do curso trabalhando na empresa. Com área total de 150 hectares, ela produz mudas de eucalipto e nativas em geral. Toda a produção serve de matéria prima para plantio no Instituto de Pesquisas Florestais (IPEF).

 

Com a palavra, os estagiários:

Lilian Bezerra (à esquerda na foto)

Lilian Bezerra (à esquerda na foto)

“A experiência é muito gratificante, pois estamos colocando em prática todo o aprendizado adquirido em teoria na sala de aula e também em aulas práticas. Estamos felizes com a oportunidade de podermos praticar no viveiro, com produção em escala, toda a parte teórica aprendida. Quanto ao curso tudo é melhor do que esperávamos, pois contamos com a ajuda de grandes parceiros e profissionais, viagens técnicas para grandes propriedades e empresas. É importante frisar que nossa futura área de atuação não está crescendo somente no estado. A cada dia necessitam mais de técnicos da nossa área”.

Lilian da Silva Bezerra

“Com esta oportunidade de podermos praticar em campo junto com os funcionários do viveiro, que tem uma longa experiência acumulada, a teoria e as inovações que nos são repassadas por nossos professores, temos a certeza de que estamos mais preparados e com maior confiança para buscarmos uma colocação no mercado de trabalho na área que escolhemos”.

José Olino Vieira Duarte

Daiane do Nascimento

Daiane do Nascimento

“Estagiar em um viveiro de mudas nativas e exóticas possibilita aos alunos aprimorar e aplicar os conhecimentos adquiridos em sala de aula de forma prática e pontual, pois aprendemos a forma correta de executar as tarefas do cotidiano de um viveiro florestal. Espero me inserir no mercado de trabalho e aprimorar  meus conhecimentos técnicos”.

Daiane Cristina do Nascimento

Foto: Vários estudantes do curso já estão fazendo estágio em empresas do estado

 

Assessoria de Comunicação do SENAR

(61) 2109-4141

www.senar.org.br

www.facebook.com.br/SENARBrasil

www.twitter.com/SENARBrasil