25 de setembro de 2012

SENAR debate formas de convívio com a seca no semiárido


Ascom Senar-PB

Nesta quarta-feira, 26, O SENAR reúne representantes das Administrações Regionais do Nordeste e de Minas Gerais para uma reunião técnica, na sede do Sistema CNA/SENAR, em Brasília.
A região enfrenta problemas com a estiagem e a finalidade desse encontro é compartilhar experiências e projetos desenvolvidos atualmente pelas regionais. No estado da Bahia, por exemplo, a Federação de Agricultura e Pecuária (FAEB) e o SENAR-BA já desenvolvem o programa “Viver Bem no Semiárido” para orientar produtores rurais sobre técnicas de convívio com a seca.
O objetivo da reunião desta quarta-feira, além de ouvir as regionais, é disseminar em outros estados da região o trabalho que vem sendo feito com o projeto da Bahia, que associa a capacitação do SENAR com medidas estruturantes e de orientação técnica para ajudar o produtor rural a evitar perdas na produção no período de falta de chuva.
O programa já atende 20 propriedades, em onze municípios baianos. Em seguida será levado às zonas rurais mais distantes e gradativamente beneficiará os municípios vizinhos que sofrem com a estiagem.
Atualmente, as ações realizadas são as ditas “emergenciais”, quando a região está no período mais alto da seca. E com a chegada da chuva, há uma desmobilização dos esforços para criar uma convivência. A intenção do SENAR é conscientizar o produtor sobre a necessidade de práticas preventivas durante e após a estiagem.
“Vamos trabalhar a cultura de que é necessário estar preparado para o período de estiagem e não apenas esperar o momento chegar. Uma das possibilidades é a disponibilidade de recursos hídricos, que permitem a aplicação de técnicas variadas e difusão de tecnologia, tendo em vista a grande profundidade do solo no semiárido”, afirma o Presidente da FAEB e vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins.
Durante a reunião no SENAR, as Administrações Regionais vão ter um espaço para expor as ações que realizam no sentido de melhorar a convivência com a seca. Os estados que participam são Bahia, Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Paraíba, Sergipe e Rio Grande do Norte.
Fonte: Assessoria de Comunicação do SENAR