12 de novembro de 2015

Senar e Ministério do Meio Ambiente estudam parceria em educação ambiental


Ascom Senar-PB

Apresentar as ações do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) no Brasil e identificar possibilidades de parcerias com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). Essa foi a pauta da reunião entre representantes das duas instituições nessa terça-feira, 10/11, em Brasília.

Participaram da reunião o Secretário Executivo do Senar, Daniel Carrara; a Chefe do Departamento de Educação Profissional e Promoção Social (DEPPS) do Senar, Andréa Barbosa Alves; o coordenador de Assistência Técnica e Gerencial do Senar, Matheus Ferreira Pinto da Silva; o assessor técnico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Nelson Ananias; a diretora de Educação Ambiental do MMA, Renata Maranhão, e a consultora técnica do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar, Aida Maria Silva.

Ressaltando a importância da parceria, Daniel Carrara explicou que o Senar trabalha com o tema educação ambiental de maneira transversal aliando à rentabilidade dos produtores rurais. Ele citou como exemplo o Programa Nacional de Proteção de Nascentes que, em 2015, já protegeu em média 700 nascentes no Brasil e até dezembro deve alcançar a meta de proteger mil nascentes.

Carrara destacou ainda que o Sistema CNA/Senar criou um curso para ajudar o produtor rural a fazer o Cadastro Ambiental Rural. Na modalidade a distância, o curso começa com a palavra ministra Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, que explica a importância do CAR para a produção sustentável do País.

Andréa Barbosa apresentou a missão da instituição e a rede de atuação nas áreas de Formação Profissional Rural (FPR) e de Promoção Social (PS), além do portfólio de programas especiais desenvolvidos em nível nacional e a plataforma de educação a distância. “Em todas as ações, o Senar vai até o produtor e ao trabalhador rural. Isso tem dado muita agilidade ao nosso trabalho, o que faz com que o Senar esteja presente na maioria dos municípios brasileiros”, observou.

“A estrutura do Senar está pronta e funcionando em todo o Brasil, mas ressaltamos que as parcerias são necessárias para aumentar ainda mais a capilaridade e atender mais pessoas do campo. Para nós é uma honra ter o Ministério do Meio Ambiente como parceiro em algumas de nossas ações”, ressaltou.

A diretora do Ministério do Meio Ambiente vislumbrou várias alternativas de parceria. “Por tudo o que foi apresentando, entendo que o Senar tem ações em todos os setores para promover a sustentabilidade. Podemos articular diferentes áreas do MMA para atuar em parceria com diferentes projetos do Senar, inclusive para o fomento da agroecologia”, ressaltou Renata Maranhão.

Assistência Técnica e Gerencial

Em sua apresentação sobre Assistência Técnica e Gerencial, Matheus Ferreira mostrou os cinco passos da metodologia e como a transferência de tecnologia com meritocracia está melhorando a vida dos produtores rurais atendidos. “Eles aprendem a fazer a gestão e a avaliar os impactos econômicos da propriedade. Em alguns casos houve aumento de 30% na produtividade com a adoção de melhores práticas produtivas, sem necessariamente ter havido elevação de custo”, observou.

Assessoria de Comunicação do Senar
(61) 2109-1332
www.senar.org.br
www.facebook.com.br/SENARBrasil
www.twitter.com/SENARBrasil