22 de agosto de 2012

Sousa realiza primeiro Fórum do Leite do Sertão paraibano


Ascom Senar-PB

leiteiros estarão presentes no primeiro Fórum da Cadeia Produtiva do Leite, nesta quarta-feira (22), na cidade de Sousa, no Sertão paraibano. O município produz 60 mil litros de leite por dia, mais da metade de todo o volume extraído do Sertão. A região é responsável pela maior produção do Estado, com 100 mil litros de leite por dia. O evento será realizado no Campus do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), a partir das 8h30.
Segundo o gestor do projeto Fazenda Eficiente do Sebrae em Sousa, Lhano Osawa, o apoio técnico é oferecido a 90 fazendas. “Pretendemos chegar de 120 a 140 famílias assistidas com técnicas e capacitações do projeto. A pedido dos próprios empresários da cidade, tentaremos atender mais propriedades”, disse.
O Fórum da Cadeia Produtiva do Leite discutirá como aumentar o volume da produção, apesar da cidade já ser um destaque no cenário leiteiro do Nordeste “Na primeira edição, veremos temas relacionados à atividade leiteira. Sousa conta com cinco indústrias de laticínios que já comercializam o produto dentro e fora da Paraíba, além de duas fábricas de torta de algodão e outros alimentos bovinos”, falou.
A capacitação servirá ainda para unir os produtores, que enfrentam problemas por causa da estiagem deste ano. “Os produtos lácteos aumentaram devido à locomoção dos produtores de outras localidades. Por isso, o Sebrae analisa a possibilidade de investir mais na Fazenda Eficiente, como um projeto sustentável, que desenvolve bovinocultura consciente”, disse.
Produtores, empresários de laticínios e queijarias, além dos técnicos e instituições parceiras do projeto Fazenda Eficiente, estarão no Fórum. “Os atores da cadeia produtiva do leite do Sertão paraibano discutirão as necessidades e oportunidades que se apresentam a todo instante. A contribuição que cada elo pode dar para o desenvolvimento do segmento do leite em nossa região, com este evento, é grande”, comentou o gerente do Sebrae em Sousa, Luciano Holanda.
Investimentos – De um lado, o Sebrae está apoiando a cadeia produtiva leiteira, mas de outro, os produtores estão investindo em seus negócios. A cidade que mais produz leite no Estado tem também um destaque regional. O Laticínio Belo Vale, que lançou os produtos Isis, é a terceira fábrica de laticínios que mais vende no Nordeste.
Em menos de dois meses, o proprietário Marcos Guedes vai triplicar sua produção de derivados lácteos. “Investimos em tanques e máquinas para nos mantermos e até sairmos em primeiro lugar nesse ranking nordestino”, explicou o empreendedor.
 

Fonte: WSCOM