31 de agosto de 2018

Dia de Campo do Senar reúne cerca de cem produtores em Alagoa Grande


Ascom Senar Alagoa Grande, PB

Cerca de 100 produtores, professores e outras pessoas envolvidas com o meio rural participaram do ‘Dia de Campo’ sobre Palma Forrageira, promovido pelo Senar e pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Alagoa Grande, nesta sexta (31), na Fazenda São Marcos, no município.

Durante o evento foram apresentadas boas práticas relacionadas a todas as fases do cultivo da forrageira, desde o plantio até a oferta aos animais como alimento. Ainda discutiram sobre os tratos no combate à pragas, como a cochonilha de escama.

O presidente sindicato, Vanildo Pereira, avaliou o encontro como positivo, em função da busca e participação dos produtores, na busca e intercâmbio de conhecimento, assim como o esclarecimento de dúvidas sobre o manejo da palma.

“Buscamos transmitir a forma de cultivar a palma adensada, de forma técnica e da forma de se fazer: com plantar a palma, como adubar, como enriquece a planta do ponto de vista nutricional e energético”, afirmou Vanildo.

Adalberto Barros cria ovelha, gado e porcos, na Fazenda São Joãozinho na região de Boa Vista. Para o produtor, as discussões apresentadas no dia de campo foram essenciais. “Adquiri novos conhecimentos, conheci fazendas com novas tecnologias e tratos que são muito importantes para minha região”, defendeu.

O anfitrião do evento foi o produtor Edivaldo Beltrão e destacou a importância do cultivo de palma para pecuária e o papel do Senar nesse processo. Ele consegue alcançar 500 toneladas de produção por hectare em cortes anuais, sem precisar de irrigação.

“O futuro da pecuária passa justamente pelas terras do semiárido. A convivência com a estiagem depende de novas tecnologias e da difusão do conhecimento já existente e instituições como o Senar tem papel importantíssimo nesse sentido”, defendeu.

Para o instrutor do Dia de Campo, Humberto Gonçalves, existem quatro práticas consideradas essenciais para quem deseja iniciar o cultivo da forrageira. “Primeiro é preciso escolher a área onde será plantada, depois a variedade de palma que deseja cultivar. Em seguida é preciso ter atenção com os preparos do solo e por último os tratos culturais”, resumiu.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073
facebook.com/faepasenarpb
senarpb.com.br