11 de abril de 2013

SENAR mobiliza administrações regionais para adesão ao e-Tec


Ascom Senar-PB

O projeto da rede de polos de apoio presencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) para o sistema e-Tec Brasil – que oferece educação profissional e tecnológica a distância – foi apresentado para as administrações regionais da entidade em uma videoconferência conduzida pelo coordenador de Educação Formal do SENAR, Fabiano Bossle Miguel.
Durante o evento, que contou com a participação de 12 administrações regionais, ele apresentou os objetivos da Rede e-Tec Brasil, as exigências para a instalação (infraestrutura física, tecnológica e de pessoal) e os critérios para apoio à decisão de localização geográfica dos polos, entre outros assuntos.
A reunião virtual também serviu para esclarecer as responsabilidades da administração central e das administrações regionais no processo de criação da rede de polos. A coordenadora da Rede e-Tec no SENAR, Edinei Pimenta, e o responsável pela parte tecnológica do programa, Ricardo Barbato, também responderam perguntas enviadas pelos participantes.
Inicialmente, o SENAR pretende oferecer o curso de nível médio Técnico em Agronegócio, na modalidade a distância, com carga horária de 1.420 horas/aula e 18 meses de duração. A proposta é formar uma rede de cobertura nacional com 100 polos de apoio presenciais e oferecer 20 mil vagas apenas nesse curso. A expectativa é de que as aulas iniciem no segundo semestre de 2013. “É uma experiência inédita na história do SENAR e um passo importante para o crescimento das atividades da instituição. Queremos fomentar e ampliar a possibilidade de acesso dessa modalidade de educação ao público rural”, destaca o coordenador de Educação Formal.

Fonte: Assessoria de Comunicação do SENAR