17 de junho de 2013

Sindicato de Guarabira no lançamento do Plano Agrícola


Ascom Senar-PB

O lançamento do plano Agrícola e Pecuário 20132014, no dia 04 de junho, obteve grande repercussão entre as classes política e produtora. Na ocasião, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antonio Andrade, falou da importância do plano agrícola para o Brasil, considerando o volume de recurso destinado para o produtor, mais crédito para crescer e fortalecer a agricultura e o agronegócio.
O Ministro destacou também, a atenção especial do governo com o médio produtor rural, na criação do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), com recursos na ordem de R$ 13,2 bilhões. Outra atividade prioritária para esta safra foi a criação do Programa (Inovagro), com liberação de recursos no valor de R$ 1 bilhão, para serem investidos em atividades de agricultura de precisão; cultivo protegido de hortifrutigranjeiro; automação para avicultura e suinocultura; atualização tecnológica da bovinocultura de leite; incorporação de tecnologias desenvolvidas pela inova empresa agro e implantação de sistemas e tecnologias inovadores definidos pelo Mapa e Embrapa.
Durante o evento, a presidente Dilma Rousseff, afirmou que o agronegócio, na safra 2012, revelou números de crescimento do PIB muito importantes para a economia do país. A dirigente também explicou que os recursos oferecidos na ordem de R$ 136 bilhões, com um aumento real de 18% em relação à safra anterior, foram divididos entre custeio e comercialização, R$ 97,6 bi e investimento R$ 38,4 bi. A expectativa de produção é de 190 milhões de toneladas de grãos.
Para o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Guarabira, Rubens Fernandes da Costa, o que chamou mais atenção dentre as medidas anunciadas foi a liberação de recursos pontuais para ampliação da armazenagem, cobertura do seguro rural, incentivo à agricultura de baixo emissão de carbono e implantação de sistemas e tecnologias inovadores definidos pelo Mapa e Embrapa.
Rubens Fernandes também relatou que existe uma grande expectativa em relação ao anúncio sobre a criação do Manual de Crédito Rural exclusivo para o semiárido, fator que aliado à renegociação das dívidas dos produtores poderá alavancar o surgimento de mais um ciclo de desenvolvimento do setor agropecuário na região.

Assessoria de Comunicação Social FAEPA/SENAR-PB com Rubens Fernandes da Costa, presidente do Sindicato Rural de Guarabira.