10 de março de 2021

Líderes do agro paraibano discutem medidas de assistência técnica com prevenção à Covid


Ascom Senar

Um grupo de aproximadamente 18 líderes do setor agropecuário paraibano debateu nesta terça-feira (9) novas formas de oferecer assistência técnica e gerencial aos produtores rurais paraibanos, diante do contexto de agravamento da pandemia no Estado. Participaram do debate, os mobilizadores do Senar e presidentes de sindicatos que estão na área de atuação do programa Agronordeste.

‘Temos que procurar alternativas e o canal é o meio virtual. Temos que preservar técnicos, colaboradores, mas evitar que a gente pare a atividade. Por isso, devemos seguir em modo remoto”, defendeu o presidente do Sistema Faepa/Senar-PB, Mário Borba.

Na última segunda, o Senar já havia debatido a adoção de um modelo híbrido de assistência técnica com os profissionais que fazem o atendimento e também com os supervisores.

Veja também:

Senar Paraíba vai adotar modelo híbrido de Assistência Técnica e Gerencial

Durante abertura dessa nova reunião virtual, o superintendente do Senar, Sérgio Martins, destacou que a agropecuária é uma atividade essencial e que é preciso manter o atendimento aos produtores. Contudo, destacou que essa atenção não pode acontecer de um modo que prejudique o nosso púbico.

“Estamos recebendo relatos de produtores receosos em receber visitas. Não podemos forçar uma situação e temos que ter consciência.”, avaliou o superintendente Sérgio Martins.

Coube ao gerente do departamento de assistência técnica e extensão rural, Gabriel Petelinkar, apresentar as mudanças que serão implementadas pelo Senar, diante do novo cenário. Ele destacou os números da pandemia no Estado e também a nova metodologia de assistência técnica.

“Fizemos um levantamento e identificamos que um bom número de produtores tem acesso à internet, seja na propriedade, ou na cidade. Então, vamos buscar os melhores momentos para promover o encontro entre o técnico e o produtor. No atendimento virtual, existe a possibilidade que o atendimento seja feito várias vezes durante o mês. A gente sugere que o técnico entre em contato uma vez por semana”, explicou.

Avaliação da Assistência Técnica

O atendimento realizado pelo Senar através da assistência técnica e gerencial desenvolvida no programa Agronordeste foi bem avaliada por todos os participantes da reunião, de regiões distintas do Estado.

“A bovinocultura de leite vem sendo alavancada em São José de Caiana, Itaporanga. Vem incentivando os produtores, aumentou compra e venda de animais, compra de insumos. Dentro da assistência a gente vem trabalhando o cultivo de palma adensada. Estamos gratos, os produtores sentem-se motivados a crescer”, comentou o representante do Sindicato de Caiana, Luiz Júnior, no sertão paraibano.

Já em Gurjão, município do Cariri, o presidente Ubiratan Queiroz também destacou o aumento da renda dos pecuaristas. “A gente vê que o produtor passou a ganhar mais. O dinheiro está circulando. Conheço relatos de produtores comprando vacas de R$ 10 mil”, disse.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073
facebook.com/faepasenarpb
instagram.com/faepasenarpb

senarpb.com.br