25 de agosto de 2021

Produtores do Agronordeste formam associação para superar problemas na comercialização de tilápias


Ascom Senar

Para tentar superar as dificuldades na compra de insumos e na venda da produção, criadores de tilápias das cidades de Sumé e Amparo, no Cariri da Paraíba, formaram uma associação. Eles são atendidos pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar, dentro do programa Agronordeste.

O grupo de 28 produtores já vem discutindo a proposta há alguns meses. A intenção da iniciativa é facilitar a compra de alevinos e ração. O projeto está avançando e já conta com diretoria formada e nome definido: Associação de Piscultura do Município de Sumé-PB.

“Um dos produtores que atendo tem obtido excelentes resultados. Peixe com média de 880g com 7 meses e 20 dias. Porém, na hora da venda, estamos sem sucesso pois não encontramos comprador, e os que se interessam, oferecem preço muito baixo”, explicou o técnico do Senar, Kleber Nascimento.

O atendimento da ATeG na região começou há poucos meses, por isso, a cadeia produtiva ainda está sendo estruturada, mesmo assim, a capacidade produtiva estimada por produtor é de 800 a 1.000 kg, num ciclo semestral.

Ainda segundo o técnico, a associação também pretende avançar e favorecer o beneficiamento do pescado.  A prefeitura de Sumé é parceira nessa iniciativa e tem auxiliado os produtores também com a compra de até metade da produção, através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Além disso, também colaborou no fornecimento de maquinário para abertura dos viveiros.

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050 / (83) 3048-6073
facebook.com/faepasenarpb
instagram.com/faepasenarpb
twitter.com/faepasenarpb
youtube.com/faepasenarpb
senarpb.com.br