1 de junho de 2017

Programa de Irrigação do SENAR aponta resultados positivos em Goiás


Ascom Senar

goias1

Quem conta são duas produtoras de hortaliças que participaram de capacitação em irrigação localizada

Brasília/DF (30/05/17) – A produção de hortaliças mudou e alguns resultados já são visíveis na propriedade da produtora Elizangela Fernandes de Araújo, em Edéia, Goiás. Ela e o filho Giovanni participaram, em fevereiro, da capacitação em irrigação localizada promovida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR). O curso faz parte do Programa Nacional de Irrigação do SENAR que completa um ano em 2017.

“A nossa principal dúvida em instalar um sistema de irrigação era saber que tipo de bomba usar, a gasolina ou elétrica. Porém, durante a capacitação, o instrutor fez alguns cálculos e constatou que a gasolina era mais econômica e foi a que adquirimos” conta Giovanni Fernandes Galé Marques de Araújo. A partir daí, a produção de tubérculos e folhosas começou a ficar mais vistosa e a economia de água logo ficou evidente, ressalta o produtor. “As folhas estão mais verdes porque agora temos noção de quando e do quanto irrigar. Sabemos, por exemplo, que 25 minutos com a bomba ligada é o suficiente para irrigar melhor as hortaliças.”

goias2

Segundo Giovanni, além da irrigação por gotejamento, eles também estão utilizando o Irrigas, sistema gasoso de controle de irrigação desenvolvido pela Embrapa. O uso e a montagem do sistema são ensinados durante a capacitação do SENAR. “Colocamos primeiro em um ponto da propriedade e depois em outra área onde o solo é diferente. Achei esse sistema interessante, inclusive mostro para todo mundo que visita a propriedade. Foi um curso bastante satisfatório”, revela.

goias3

Em outro município goiano, Araguapaz, as melhorias também apareceram na propriedade de Maria Irene da Cruz. A produtora de hortaliças conta que a irrigação era feita com mangueira e regador, mas agora, já adotou aspersores. “Não tem mais podridão no caule das verduras, porque a quantidade certa de água está chegando às plantas. Temos uma cisterna e uma bomba para irrigar. Essa mudança foi boa demais para nossa produção”, comemora.

O instrutor do SENAR Goiás, André Luiz Milhardes, explica que a aceitação do curso entre os produtores está sendo boa. De novembro de 2016 até agora Milhardes ministrou seis treinamentos de irrigação, com uma média de 72 produtores atendidos. “A capacitação que nós instrutores participamos em Gestão da Irrigação dentro do programa nacional é uma ferramenta importante para repassar novos conhecimentos e tecnologias ao homem do campo. Somos a ligação entre a pesquisa que gera as tecnologias e o produtor rural”, destaca.

André acredita que a irrigação é uma ferramenta para ajudar no incremento da produção e, em algumas regiões com secas prolongadas ou irregularidades na distribuição de chuva, é a única alternativa para se produzir. “Nesse cenário, o programa do SENAR tende a crescer e atender cada vez mais os produtores rurais, afinal, incentiva o uso racional da água, valorizando esse recurso hídrico, e com a utilização do sensor de solo Irrigas, o produtor pode manejar a irrigação melhor, diminuindo na maioria das vezes a quantidade de água utilizada e o tempo do sistema de irrigação ligado, reduzindo também o consumo de energia elétrica.”

goias4

O Programa Nacional de Irrigação do SENAR nasceu da parceria com entidades e governo federal, como a Secretaria Nacional de Irrigação (SENIR) do Ministério da Integração Nacional e o Instituto de Pesquisa e Inovação na Agricultura Irrigada (Inovagri), que ministra o treinamento para os instrutores do SENAR.

Para o coordenador do programa no SENAR Brasil, Rafael Diego da Costa, resultados como os alcançados em Goiás demonstram a importância da irrigação bem manejada pelo agricultor. “Ganha ele com a economia de energia elétrica e produtividade, e ganha também toda a sociedade com o uso racional da água e o aumento na geração de alimentos”. Costa argumenta que é importante destacar que desde o ano passado, o SENAR vem trabalhando para formar um grupo de instrutores qualificados. “Eles estão começando a capacitar os produtores na gestão dos sistemas de irrigação agora em 2017. Inclusive, nós já estamos trabalhando na elaboração dos materiais didáticos que vão ser distribuídos nas capacitações para todos os participantes. Assim, além do conhecimento prático, o produtor também terá um material complementar, para ele aplicar os conhecimentos adquiridos mesmo depois de realizar o curso.”

 

Assessoria de Comunicação do SENAR
(61) 2109-4128
www.senar.org.br
www.twitter.com/SENARBrasil
www.facebook.com/SENARBrasil
www.canaldoprodutor.tv.br