15 de fevereiro de 2016

Último dia de inscrições para o Curso Técnico em Agronegócio do SENAR


Ascom Senar-PB

Os interessados em conquistar uma vaga para o Curso Técnico em Agronegócio da Rede e-Tec Brasil no SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) precisam se apressar, porque as inscrições ao processo seletivo se encerram às 23h53 desta segunda-feira, 15/02. Até início da manhã de hoje, mais de 13 mil candidatos já concorriam às 2.603 vagas oferecidas em 58 polos de apoio da rede distribuídos pelos Estados do Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, e Distrito Federal.

O Pará é de longe o Estado com maior número de inscritos até o momento, 2.130 candidatos disputando o total de 300 vagas oferecidas em quatro polos, Capanema, Paragominas, Santa Izabel e Ulianópolis. Mas a concorrência é ainda maior na Bahia e no Acre, Estados que passaram a integrar a Rede e-Tec Brasil no SENAR a partir desta seleção. Na Bahia, já são 570 inscritos concorrendo a 80 vagas. E no Acre 147 candidatos para apenas 12 vagas, ou seja, mais de 12 concorrentes por vaga.

Ilcilene Andrade, coordenadora da rede no Acre conta que os horários previstos para o exame de seleção se esgotaram tão depressa que foi preciso esticar a agenda. Como as provas são aplicadas individualmente, ao longo das inscrições, a disponibilidade de horários depende da infraestrutura de cada polo. “Tivemos que abrir novos espaços para o exame três vezes e as vagas rapidamente se esgotaram”.

Por enquanto, o Acre conta com apenas um polo da rede, em Rio Branco e, embora a demanda pelo curso fosse conhecida, a grande procura surpreendeu. “Aqui tem uma carência muito grande de educação nessa área específica. Um curso formal de nível técnico voltado para o agronegócio era muito esperado. Apesar disso o número de inscritos superou nossa expectativa.

100% gratuito e semipresencial

Assim como o Acre, a Bahia passa a integrar a Rede e-Tec Brasil no SENAR inicialmente com um polo. E, segundo a coordenadora estadual, Daniela Lago, não é de se estranhar o grande número de interessados no Curso Técnico em Agronegócio. “Nosso primeiro polo fica em Luís Eduardo Magalhães, município com intensa atividade agrícola, onde quase não existe oferta de ensino técnico”.

No extremo Oeste baiano, a região de Luís Eduardo Magalhães é responsável por 60% da produção de grãos do Estado e sede grandes indústrias agropecuárias. Talvez por isso, o polo local tenha  registrado um grande número de profissionais do setor, disputando uma vaga no curso técnico. “Notamos uma procura maior de pessoas que já estão no mercado mas precisam dessa formação”.

Diferente do técnico agrícola, que tem seu foco na produção, o técnico em agronegócio tem uma atuação mais ampla, envolvendo também a gestão da empresa agrícola. O curso oferecido pelo SENAR em parceria com o Ministério da Educação (MEC) tem como proposta formar profissionais que, por meio de técnicas de gestão e comercialização, tornem o mercado agrícola e industrial mais eficiente.

O curso tem as vantagens de ser 100% gratuito e quase todo na modalidade a distância, com 80% das aulas disponibilizadas no portal http://etec.senar.org.br/. Mas o aluno precisa reservar espaço na agenda para provas e aulas presenciais nos polos de apoio, além de visitas técnicas a propriedades rurais e agroindústrias, onde vai exercitar a prática.

Além da Bahia e do Acre, outros três Estados também realizam pela primeira vez a seleção para o Curso Técnico em Agronegócio: Roraima, Rondônia e o Rio Grande do Sul. Em Roraima, o primeiro polo foi instalado em Bonfim, município na fronteira com a Guiné. Ali, 170 candidatos já concorrem às 50 vagas oferecidas. “A procura está ótima, diz o coordenador da rede no Estado, Kláis Policarpo. Esse é um curso pioneiro na região, onde temos grande carência de profissionais do agronegócio. E nossa expectativa é que ele venha a melhorar a vida para o homem do campo, gerando mais emprego e renda”

Em Rondônia, dois polos já estão ativos, um em Cerejeiras e outro em Ouro Preto do Oeste, registrando cerca de 155 inscritos até agora. No Rio Grande do Sul, a disputa é maior, 313 candidatos concorrem às 80 vagas abertas no recém-inaugurado polo de Cruz Alta. Os horários para a aplicação das provas já estão inclusive esgotados.

Assessoria de Comunicação do SENAR

(61) 2109-4141

www.senar.org.br

www.facebook.com.br/SENARBrasil

www.twitter.com/SENARBrasil