25 de agosto de 2017

SENAR participa de Seminário sobre iLPF em Campina Grande


Ascom Senar

home-seminario-ilpf

Vice-presidente do Conselho Administrativo do SENAR, Vanildo Pereira (dir.), e o assessor da presidência, Domingo Lelis (esq.)

O SENAR Paraíba participou nesta quinta (24) e sexta-feira (25) do Seminário técnico sobre o sistema de Integração Lavoura, Pecuária, Floresta (iLPF), que é uma das políticas de baixa emissão de carbono. O primeiro dia de atividades foi na Embrapa Algodão, em Campina Grande, com uma série de palestras que demonstram os resultados da prática em várias regiões do Nordeste.

A iniciativa faz parte das atividades previstas no Plano Agricultura de Baixo Carbono da Paraíba. O SENAR e a Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa) integram o grupo gestor do plano e tem compromissos e papel definido dentro do cronograma de execução do plano.

vera-fegueiredo

Assessora de Programas Especiais do SENAR-PB, Vera Figueiredo

“O SENAR, futuramente, vai entrar com a parte de capacitação tanto de técnicos projetistas, quanto a capacitação com os produtores rurais do que for necessário para implantação das tecnologias que o plano pede”, explica a Assessora de Programas Especiais da instituição, Vera Figueiredo. Também representaram a instituição o assessor da presidência do Conselho Administrativo do SENAR, Domingos Lelis, além do vice-presidente Vanildo Pereira.

A programação do seminário incluiu a apresentação de experiências nas regiões do agreste, tabuleiros costeiros, caatinga, brejo e semiárido paraibano. Também foram abordadas técnicas e estratégias para adequação do iLPF ao Estado, com discussões sobre plantio direto, adubação e aptidão dos solos.

Coordenador nacional de implementação do Plano ABC, Elvison Ramos

Coordenador nacional de implementação do Plano ABC, Elvison Ramos

“A meta é que o produtor rural esteja usando as tecnologias de baixa emissão de carbono. Para isso existem etapas: como o desenvolvimento do conhecimento local, transferência desse conhecimento para a assistência técnica, e a disseminação dessa assistência. A Paraíba está bem por ter um bom plano, mas ainda precisa avançar nessas primeiras etapas. Pessoalmente, acredito que o SENAR terá um grande papel nesse trabalho por conta da sua atuação não só com treinamentos, mas também com assistência técnica, tanto que já temos um trabalho na região do Cerrado brasileiro”, comentou o coordenador nacional da implementação do Plano ABC, Elvison Ramos.

Veja também

SENAR lança vídeo sobre sistema Integração Lavoura, Pecuária, Floresta

dia-de-campo4-ilpfO Estado tem quatro unidades de referência técnica onde são realizados experimentos, nos municípios de Lagoa Seca, Queimadas, Umbuzeiro e Alagoinha. Este último integra o projeto desde 2015 e recebeu o Dia de Campo realizado na manhã da sexta-feira, na Estação Experimental da Emepa-PB.

Nesta URT já é trabalhado o sistema de integração Lavoura e Floresta (ILP) com Gliricídia e Braquiária, assim como Sabiá e Braquiária.  A intenção é de, em breve, implantar pecuária com bovinos típicos da região.

O coordenador nacional da do plano ABC ainda destacou o envolvimento integrado de várias unidades da Embrapa no Nordeste. Além da anfitriã, Embrapa Algodão (PB), estão envolvidas a unidade Tabuleiros Costeiros (SE), Caprinos e Ovinos (CE), Embrapa Solos, na unidade do Recife, (PE) e Embrapa Semiárido (PE).

Assista à reportagem exibida no Canal do Produtor TV:

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB
(83) 3048-6050
facebook.com/faepasenarpb
@faepasenarpb
senarpb.com.br